• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Roteiro pelo Uruguai, um vizinho surpreendente e encantador

Por do sol em Punta del Este

Praias paradisíacas, casas cinematográficas, estradas bem cuidadas, vinícolas tradicionais, prédios antigos, cidades pequenas que preservam histórias, um rio que mais parece um mar, churrasco de primeira, frutos do mar frescos, um povo que se orgulha de suas origens e recebe bem os visitantes. Assim foi a minha visita ao Uruguai.

Leia também:
Na estrada do Rio ao Uruguai: como montar o seu roteiro e planejar sua viagem

Meu professor de espanhol uruguaio, o Doldán, foi quem despertou meu interesse por esse país. O Uruguai é logo ali, no meio do caminho para Buenos Aires, na Argentina. Já costumava ser invadido em feriados prolongados por brasileiros que moram no Rio Grande do Sul, mas agora se firma cada vez mais como um destino turístico para viajantes de todo o Brasil.

A bandeira dos nossos vizinhos uruguaios

MOEDA
Ainda não é possível encontrar o peso uruguaio em casas de câmbio no Brasil. A fim de evitar comprar dólares e ter que trocá-los novamente por lá, optei por para fazer saques diretamente da minha conta corrente em caixas eletrônicos no Uruguai. No Aeroporto Internacional de Carrasco há um caixa eletrônico, que é uma opção bem mais vantajosa do que a loja de câmbio que ali funciona. Há uma pequena taxa bancária para os saques, mas, no geral, o câmbio praticado pelos bancos é mais vantajoso. Apenas certifique-se com o seu gerente antes de viajar de que você possa fazer os saques no exterior. Basta pedir para que liberem seu cartão de movimentação da conta corrente.

COMO CHEGAR

A Pluna, companhia aérea uruguaia, mantém voos diretos para Montevidéu e faz periodicamente boas promoções de passagens. Mas Gol, Tam e Aerolíneas Argentinas também são uma opção. O principal aeroporto é Carrasco, mas há também o Aeroporto Internacional Curbelo (Laguna del Sauce), de Punta del Este. Particularmente, acho essa oção pelo aeroporto de Laguna del Sauce uma bobagem, uma vez que Montevidéu está a apenas 130 Km de Punta. O tempo de espera pela escala às vezes não compensa. Melhor alugar um carro e continuar o percurso por terra, caso o destino final seja esse.

O farol de Colonia del Sacramento

Outra forma muito procurada de visitar o Uruguai são os cruzeiros, que invariavelmente atracam por alguns dias no mar de Punta del Este, mesmo que estejam só de passagem, a caminho de Buenos Aires.

Para quem gosta de pegar a estrada, ainda há a possibilidade de chegar de carro, atravessando a fronteira entre as cidades de Rivera e Sant’Ana do Livramento, através da BR-153 que chega à Ruta 5, do Uruguai. Também é possível pegar a BR-471 até o Chuí e de lá atravessar para Ruta 9, rodovia uruguaia. A carteira de motorista brasileira é aceita nas estradas uruguaias sem problemas. Os postos Petrobras estão por toda parte e o preço do combustível lá equivale ao daqui. As estradas são boas, mas há muitos pedágios.

Caso você esteja a passeio na Argentina e queira dar uma volta pelo Uruguai, há os ferries, que ligam Buenos Aires a Montevidéu ou Colonia del Sacramento através do Río de la Plata. O percurso até Colonia dura cerca de 1h e até Montevidéu leva 3h. É possível também chegar a Punta del Este, através de um serviço combinado com ônibus. Pelo menos duas companhias fazem o serviço de ferry: Buquebus e Ferryturismo.

Explorando o país de carro alugado

LOCOMOÇÃO

Foi no Uruguai que descobri as maravilhas de alugar um carro durante uma viagem de férias. Na minha opinião, foi a melhor maneira de descobrir o que o país tinha de melhor. Pude rodar bastante pelas cidades e entre as regiões escolhidas. Não sei se o transporte público me proporcionaria essa facilidade, até porque alguns lugares eram bastante áridos e pouco desenvolvidos.

Viajei em altíssima temporada, tendo decidido pelo destino com poucos dias de antecedência, por isso não consegui um carro nas multinacionais do Rent a Car. Fiz uma pesquisa em sites locais e só achei um veículo na Sol Rent a Car. Tive que fazer contato por telefone e tratar depois por e-mail, mas deu tudo certo.

Os edifícios do centro de Montevidéu ao fundo

HOSPEDAGEM

Minha impressão é que boa parte dos prédios antigos do Uruguai foram preservados porque não houve dinheiro para botar abaixo e construir um novo. Isso é ótimo, mas também é ruim, porque significa que muitas vezes não houve renovação nem conservação dos exteriores e também interiores. Me hospedei em hotéis de duas a quatro estrelas, segundo a classificação oficial do país. Com certeza foram lugares ótimos há duas décadas, mas hoje parecem parados no tempo, às vezes um pouco mofados. Para evitar falsas expectativas, melhor tirar ao menos uma estrela da classificação oficial. Se reservar um hotel três estrelas, espere algo de duas ou uma estrela. Você estará bem instalado, mas não encontrará o padrão internacional, apenas isso.

Há muitas opções de aparthotéis ou pousadas onde os quartos comportam famílias inteiras e contam com uma pequena cozinha. Deve ser um hábito uruguaio viajar com a família e se instalar no mesmo lugar por um período longo. Esse tipo de hospedagem é uma boa pedida sobretudo para as cidades litorâneas, porque são mais baratos que os hotéis de grandes redes e ainda permitem economizar nas refeições fora de casa.

Não encontrei hotéis para nenhuma cidade do Uruguai nos sites que costumo utilizar, como o Booking.com. Mas achei outro, o Reservas.net. Fácil de usar e aparentemente confiável. Fui bem tratada inclusive quando não gostei de um hotel que reservei. Eles retornaram por telefone para pedir desculpas e me oferecer uma compensação.

Os sites Hihostels.com e Hostelworld.com oferecem opções de albergues, mas não consegui quartos privativos para casais por causa da alta temporada e da falta de antecedência.

Curtindo a brisa no calçadão que margeia o Río de la Plata

CLIMA

No verão, o sol nasce cedo e se põe tarde no Uruguai. O clima seco propicia o surgimento de queimadas nas matas, uma preocupação dos bombeiros locais alardeada em outdoors pelas estradas. O sol é tão forte que os uruguaios costumam se aventurar na praia apenas à tarde e esperam o fim do dia para a prática de exercícios à beira mar. Mas, mesmo no calor, venta bastante por lá, o que faz com que dias e noites se tornem mais frescos.
No inverno, a temperatura cai, provoca geadas e proporciona a diferença climática ideal para o cultivo do vinho. O vento cortante afasta os turistas do litoral. É hora de curtir os cassinos, a gastronomia um tanto quanto pesada, o vinho, o tango (os uruguaios juram que Carlos Gardel nasceu no país) e a noite animada.

COMIDA E BEBIDA

Os uruguaios adoram vinho, portanto é obrigatório provar os que eles mesmos fazem. Se puder, visite algumas vinícolas. Canelones é a região que concentra as mais famosas.

A carne uruguaia é um dos orgulhos do país. Os cortes preparados como churrasco não levam muito tempero, mas são mesmo especiais. São as tradicinais parrilladas.

No litoral norte, não deixe de experimentar os mejillones a la provençal. Estão por toda parte e são uma delícia.

As pizzas, assadas na lenha, recebem molho e muito recheio antes do queijo e chegam à mesa parecendo uma lasanha ou calzone. Mas é preciso pedir “una muzzarela”, senão vem sem o queijo.

Mas popular mesmo é o Chivito, um sanduíche do tipo mega-ultra-x-tudo, com filé, salada, ovo, presunto, queijo e bacon. Impossível comer sozinho!

Degustação de vinhos na Bodega Juanicó

PRINCIPAIS ATRAÇÕES

O Uruguai tem praia, rio, belezas naturais, vinícolas, cassinos, noitadas e cidades históricas. Enfim, há diversão para todos os gostos.

Se você tem dez dias, sugiro experimentar as diferenças culturais do país passando por três cidades bem singulares: Punta del Este, Montevidéu e Colonia del Sacramento.

Comece pelas praias de Punta, aprecie um por do sol na Casapueblo, divirta-se uma noite no cassino do Conrad e aproveite as demais nos restaurantes da região. Quatro noites são suficientes para sentir a cidade. Siga para Montevidéu, percorra a Cidade Velha, almoce no Mercado del Puerto, pegue uma praia em Pocitos e separe um dia para visitar uma vinícola na região de Canelones. Consegue fazer isso em quatro noites? Rume para Colonia del Sacramento e se perca pelas ruas de pedra e construções da época em que Espanha e Portugal disputavam esse pedaço de terra. O centro histórico é pequeno, mas o clima irresistível pode te fazer querer passar ao menos duas noites por lá.

Boa viagem!

Versão deste post para impressão.

Personal Trip

About the Author

Nada de sombra e água fresca. Daniela gosta mesmo é de explorar o mundo, os países, as cidades por onde passa. Mal acabam as andanças das últimas férias e já começam os planos para o próximo destino.

37 Respostas para “ Roteiro pelo Uruguai, um vizinho surpreendente e encantador ”

  1. Daniela,
    Parabéns pelo site!
    Adoro viajar e pesquisar o que outras pessoas indicam em sites.
    Muitas de minhas viagens planejei desta forma.
    Apos ler tudo…ficou uma duvida…
    Chegarei em um domingo, 1 de dezembro, 1h. Terei o domingo, segunda e terça. Volto na madrugada de quarta.
    Li que o primeiro onibus para Punta sai as 4:30. Desta forma, perderei tempo. Mas domingo o Centro de Montivideo fica deserto.
    O que me sugere?
    Ir de taxi para Punta? Passar domingo e segunda a tardinha ir para Montivideo?
    Ou mesmo sendo domingo vale conhecer a famosa feira “vende tudo” e passear pelo centro e na segunda ir para Punta?
    Bjs e aguardo.

  2. ahhhh e esqueci de avisar…. meu retorno para o brasil será dia 22/03/2014 por montevideo!!!

  3. Bom dia Daniela!

    Parabéns pela iniciativa em relatar suas viagens!!
    Gostaria de saber se poderias ajudar-me! Irei com minha esposa para o Uruguai em março de 2014 e gostaria de saber se poderia nos dar algumas dicas! Detalhe…. Iremos antes para Buenos Aires. Vou explicar como será nossa viagem.
    Já conhecemos Buenos Aires, mais gostaríamos de voltar para passar 2 dias por lá, e tuso ficou assim… Dia 12/03 patiremos de Recife para Buenos Aires e dia 14/03 sairiamos de Buenos para o Uruguai de barco!
    Terei 8 dias para explorar o Uruguai! Mais aí surgiram as dúvidas… E queria sua opinião sobre meu trajeto…. Seria pegar o buquebus e ficar uma noite do dia 14 em Colônia de Sacramento… Agora queria para o resto da viagem todas as suas dicas… pois não sei se vou direto para punta no dia 15 ou vou para montevideo…? Sei que de colonia para punta fica bastante distante… Me ajuda!!! Bjão!

  4. Oi Patrícia,
    O clima ainda está fresco em setembro no Uruguai. Faz um certo frio. Sugiro que você pense em passar um tempo entre Montevidéu e Colônia do Sacramento. É possível conhecer as duas cidades em razoavelmente pouco tempo, mas vale a pena passear pelos arredores. Não deixe de conhecer as vinícolas, porque são uma ótima pedida nessa época do ano. As cidades praianas ficam meio vazias, mas dá para esticar até Punta del Este para experimentar bons restaurantes, jogar no cassino e conhecer a Casa Pueblo.

    http://asviajantes.com/viagem/um-passeio-pelas-vinicolas-do-uruguai#comment-11607

    http://asviajantes.com/viagem/um-giro-por-montevideu-uma-charmosa-capital-a-poucas-horas-de-distancia

    http://asviajantes.com/viagem/uma-temporada-em-punta-del-este-o-balneario-sul-americano-do-jet-set-internacional

    http://asviajantes.com/viagem/onde-comer-e-beber-em-punta-del-este-durante-a-fervecao-do-verao

    http://asviajantes.com/viagem/uma-aula-de-historia-em-colonia-do-sacramento

    Envio aqui uns links de outros textos com dicas que escrevi sobre o país e essas cidades.
    Boa viagem!
    Abraços,
    Daniela

  5. Daniela,
    Tudo bem…estou buscando informações sobre Uruguai…vou sair de ferias em setembro e pretendo ir ..eu,meu marido e filho de 8 anos..o que você me indica..
    Adorei as dicas …mas gostaria de mais…
    Abraços,
    Patricia

  6. Muito obrigada querida!!! Abraço..

  7. Oi Michelle,
    Não conheço Rivera, mas vi que realmente não há muitas opções nos sites onde costumo buscar hospedagens no Uruguai. Por que você não dorme em Santana do Livramento? É o lado brasileiro dessa região metropolitana. As duas cidades são divididas apenas por uma rua. Uma busca rápida no Booking.com me retornou com quatro opções interessantes. Dá uma olhadinha lá.
    Boa viagem!
    Daniela

  8. Boa noite! Gostaria de um hotel em Rivera,vc me indicaria algum? Vou pra fazer compras nos freeshops de la…

  9. Oi Alexandre,
    Não estive em Rivera, mas a cidade fica em território uruguaio. Então imagino que você não tenha problemas com a alfândega de lá, mas sim com a nossa, no seu retorno ao Brasil. Fique ligado para não estourar a sua cota de compras.
    Você estará de carro alugado? Isso sim é mais complicado. Se o carro for seu, é preciso de um documento para entrar em outro país, um seguro válido no Mercosul. O nome é Carta Verde. Exige pagamento pelo período utilizado, além de alguma burocracia. Quanto a carro alugado, não encontrei locadora que permitisse passar de um país a outro.
    Beijos. Boa viagem!

  10. Oi Dani, ótimas suas dicas e muito simpático seu site. Fiquei com uma dúvida, se for a Rivera de carro a partir de Punta e para lá voltar, será que posso ter problemas com a alfândega uruguaia? Ao voltar de Rivera para o território uruguaio será que existe algum controle? Tinha pensado em ir a Jaguarão pois tenho curiosidade sobre essas cidades de fronteira mas andei pesquisando e Rivera me pareceu mais interessante até pelo fato de ser uma rua e não uma ponte separando os países… Grato e um abraço!

  11. Olá, Nara.
    Quanto tempo você pretende ficar no Uruguai? Há vários roteiros possíveis, mas é preciso organizar os dias para que não fique apertado.
    Jose Ignacio é um vilarejo bastante charmoso, mas pode estar meio vazio em abril. Talvez seja melhor visitá-lo a partir de Punta del Este mesmo.
    Temos dicas de hospedagem e passeios em Punta em dois posts:
    O que ver e fazer em Punta del Este, o balneário sul-americano do jet set internacional
    Onde comer, beber e desfrutar do verão em Punta del Este
    Em Montevidéu, temos sim mais dicas também de passeios. Já pensou em visitar umas vinícolas?
    Um roteiro pelas vinícolas do Uruguai
    Um roteiro por Montevidéu: o que fazer na charmosa capital a poucas horas de distância
    Qualquer dúvida, volte a escrever-nos!
    Abraços,
    Daniela

  12. Ola! Pretendo ir para o Uruguai no final de Abril com meu namorado. Tava pensando em Punta del Este e Montevideo. Mas tambem ja ouvi falar de Jose Ignacio. O que voce sugere? Indo para Punta, o que tem de legal p fazer? Qual hotel voce indica? Voce tem alguma sugestao de passeio ou cidade no uruguai mais para dois?
    Adorei o post!!
    Abraços

  13. Obrigada pelas observações, Lucas! Toda dica é preciosa. Seja sempre bem-vindo. Abraços!

  14. Daniela, só uma observação: em Montevidéu é difícil dizer o que é mar e rio, muitos chamando de “riomar”. Inclusive se pega onda nas praias perto de Pocitos.

  15. pessoal, o Uruguai em maio é frio. como é na beira do encontro do mar com o rio da Prata, venta bastante entre o outono e o inverno. eu não arriscaria e levaria algum casaco quente e proteção para o pescoço e cabeça para os mais friorentos. O clima é semelhante ao de Porto Alegre no inverno, porém venta muito mais. mas é o país é sempre lindo, pessoas simples, boa comida, lindas paisagens.

  16. Oi Rayele,
    Não estive em Montevidéu em maio, mas esperaria algum friozinho sim, ainda que não seja invernal (o inverno lá é bastante rigoroso). Mesmo no alto verão, as noites costumam ser frescas, com bastante vento.
    Eu levaria calças jeans e blusas leves para o dia, mas andaria com um casaquinho na bolsa. À noite, com certeza apelaria para um casaco um pouco mais potente.
    De qualquer forma, não custa carregar um biquíni também. Vai que o sol resolve aparecer. Montevidéu tem praia de rio!
    Beijos e boa viagem.

  17. Não consigo respostas exatas e convincentes na internet da possibilidade de clima no período de maio em Montevidéu, especificamente, última semana, inverno? muito frio? Aguardo informações, seu site é fantástico!

  18. Que bom que gostou do post, Juliana. O Uruguai é mesmo uma delícia! Já fui algumas vezes, mas também estou sempre disposta a voltar ao País.
    Abraços,
    Daniela

  19. Olá Daniela!
    Adorei o post, como sempre. Também estive no Uruguai recentemente, e me deliciei com o país. Foi uma surpresa muito agradável! Amei o chivito, embora confesso que tive que pedir ajuda para comer um inteiro. Todos os pratos que pedi no Uruguai eram enormes, com preços justos e comida muito boa.
    Voltarei para lá.
    Abraços!

  20. Ola ,Jose Luis Doldan,

    Poderia em contato em meu e-mal, gostaria saber algumas dicas do interior,proximo a Montevideo.Gosto de automoveis antigos e possuo um Austin 50 qeu trouxe dai,faz muito anos.O ano passado estive em Montevideo e agora em março estarei ai novamente. Gosto do Uruguai e de sua gente.

    Um grande abraço,

    Luis de Castro Lima

  21. Ola, gostaria de entrar em contacto com um amigo do uruguay.Adoro o Uruguay. Ja estive duas vezes em Montevideo, seu povo sao muito hospitaleiro e boa gente. Estamos indo agora novamente dia 12 de março . Gosto muito dessa terra e realmente magica e surpreendente ha lugares para todos os gostos. Se eu podesse moraria em Montevideo. Moro em Belem do Para , norte do Brasi.

    Luis A de Castro Lima

  22. Olá, Vanessa.
    Ficamos felizes que tenha gostado do blog. Espero que as dicas sejam bastante úteis no passeio ao Uruguai.
    Obrigada pela menção também!
    Abraços e boa viagem!
    Daniela

  23. Parabéns pelo blog Daniela.
    Estou indo para o Uruguai e anotei várias dicas dos seus posts. Até fiz menção do seu blog no meu blog http://viagensdecasal.com/2012/01/04/o-destino-das-ferias-2012-e-o-uruguai/

    Abraços e sucesso.

  24. Olá Marcelo,

    vimos que você deixou várias contribuições! Obrigada por todas as informações!

    Um abraço,
    Isabella

  25. Ahh me esqueci do principal: quem quiser se hospedar, a meio caminho entre Rivera e Montevideo, duas excelentes opções são: Em Durazno o Hotel Santa Cristina, muito luxuoso, excelente restaurante, estalando de novo, paguei apenas U$ 49 por quarto sigle, através da net. E no centro da cidade Hotel Central, cerca de R$ 60,00 ($650 pesos uruguaios) o típico hotel barato e honesto pelo valor cobrado. Concordo com a blogueira, muito cuidado que os hotéis geralmente são antigos, sempre peça para ver o quarto, para evitar surpresas. Nem sempre cobram barato por isso, mais do que no Brasil, deve-se ver onde desejar se hospedar in loco. Pelos valores que paguei no Brasil gastaria cerca de cem e duzentos reais por acomodações semelhantes.

  26. Olá, tenho algumas dicas para viajar pelo interior do Uruguai, passei um mês lá! Dá para ir de Porto Alegre até Santana do Livramento de carro próprio ou ônibus, cerca de 05 a 06 horas de estrada bem conservada. Em Livramento entra-se no Uruguai pela cidade de Rivera, dividida do Brasil apenas por uma avenida. Os preços lá são vantajosos, especialmente para eletrônicos, perfumaria e bebidas. Artigos originais custam lá cerca de metade a dois terços do valor no Brasil (incluindo nossos free-shops). Exemplo: Chivas a U$18,00 perfume J.Paul Gaultier U$60 dólares. Dois lembretes: comprar nas lojas mais conhecidas e respeitar a cota para produtos da Receita Federal. De Rivera para Montevideo pode-se ir de carro, numa viagem rápida e segura. São 500Km de estrada muito boa e tranquila pela Ruta 5. Para nós brasileiros acostumados a grandes distâncias é barbada. Só cuidado que o Uruguai não é tão povoado como aqui. A maior cidade neste trajeto é Durazno, de 40 mil Habitantes, cerca de 200 Km de Montevideo e 300 Km de Rivera. Os postos são escassos em rodovias, só encontrados nas cidades, portanto cuidado para não ficar sem combustível.

  27. Oi Larriza.
    O Les Chalets é meio antiguinho como quase todos os hotéis uruguaios, mas o problema mesmo é que não fica muito próximo ao Centro. Pra mim foi ótimo, porque eu estava de carro, então chegava à península num instante.
    Se você não se importa de andar ou pegar ônibus, tudo bem. Os quartos são espaçosos, rola uma piscininha e fica bem pertinho da Playa Mansa, que é ótima.
    Mas se você vai com as amigas, melhor ficar num hostel ou num hotelzinho na península mesmo. Ficariam mais perto da agitação. Sugiro o El Viajero ou o Bonne Etoile. Já fiquei em ambos. O primeiro é um albergue ótimo pra fazer amigos, o segundo é um hotel bem honesto no quesito conforto e perfeito na localização.
    Beijos e boa viagem!

  28. Oi, Dani
    Estou pensando em ir com umas amigas para o Uruguai no reveillon. Você gostou do Les Chalets? bj

  29. Olá Divo,
    Não conheço Rivera, mas sei que é famosa pelas lojas tax free. Não acho que Montevidéu seja uma cidade especialmente boa para compras. Então, se passar por Rivera no caminho de Montevidéu, talvez seja melhor dar uma paradinha sim para olhar o que há de bom no comércio.
    O custo de restaurantes e serviços é mais ou menos o mesmo no Uruguai e no Brasil. Mas há uma dica boa que recebi de um amigo uruguaio: os restaurantes mais legais cobram um pouco mais caro e oferecem comida e serviço infinitamente melhores. Ou seja, não é bom negócio tentar economizar com comida por lá. A diferença no bolso é pouca, mas no que você recebe em troca é enorme.
    Boa sorte e boa viagem!

  30. Oi.

    Estou pensando em ir de Lua de Mel para Montevidéu, passar 5 dias. Gostaria de saber se o custo para efetuar compras em montevideu é o mesmo de Riviera? E também se o custo de restaurantes é no mesmo nível do Brasil.

    Mas a matéria foi mto boa, gostei muito. Parabéns

    Abraço

    Divo

  31. Oi Isabella,
    Você tem realmente pouco tempo. O voo Montevidéu-Buenos Aires é ponte aérea, mas acho arriscado deixar para fazer check in e embarcar em cima da hora. A Pluna permite check in eletrônico, o que pode facilitar a sua vida. O aeroporto de Carrasco fica a poucos minutos do centro de Montevidéu. Sugiro que você pegue um táxi e peça para o motorista percorrer a orla até o porto. Mas não acho que valha a pena se embrenhar pelas ruas da cidade velha. No máximo, uma visita ao Mercado del Puerto. O taxista pode te deixar lá. Se quiser voltar no mesmo táxi pela orla, peça para ficar na praia de Pocitos. Lá você pode tomar um café ou apreciar uma cerveja em um dos restaurantes na beira do Río de la Plata. Se sobrar tempo, caminhe pelas ruas internas de Pocitos e Punta Carretas, ande pelo Parque Rodó e volte para a orla para tomar o táxi de volta ao aeroporto. Abraços e boa viagem!

  32. Olá adorei o blog, porém somente passarei 5 horas, pois vou esta fazendo conexão para Buenos Aires.

    Teria alguma dica para aproveitar essas horas??

    Grata,
    Isabella

  33. Olá, Felipe.
    Montevidéu é uma cidade razoavelmente pequena. No Centro, todas as atrações são facilmente alcançadas a pé e estão muito perto umas das outras. Não acho que valha a pena o city tour, a menos que você se hospede muito longe. Outra atração que deve valer a pena para você é o Estádio Centenário, que tem o Museu do Futebol uruguaio. O resto do tempo invista em passeios pela orla. E numa ida à vinícola Juanicó (http://www.juanico.com/), a maior e melhor preparada, na minha opinião. Separe de duas a três horas para uma visita com degustação de vinhos e frios.
    No próprio aeroporto de Carrasco, há uma agência de câmbio, mas não acho que valha a pena perder dinheiro comprando dólares para trocá-los em seguida. Preferi sacar pesos uruguaios em caixas eletrônicos, debitando direto da minha conta do Brasil. Levei cartões de crédito por segurança. Consulte seu gerente sobre essa possibilidade de saques direto de sua conta corrente, pelas redes Cirrus ou Plus.
    Os preços de produtos e serviços no Uruguai ainda estão abaixo dos praticados em grandes cidades brasileiras, como Rio de Janeiro e São Paulo. Mas a diferença de preços entre serviços de luxo e de médio padrão não são tão grandes quanto aqui. É possível ter consideravelmente mais conforto pagando apenas um pouco a mais. Vale a pena.
    Abraço,
    Daniela

  34. Prezados,

    Parabens pela materia.
    Estarei indo a Montevideo no proximo feriado e devido ao pouco temnpo que pasarei lá, gostaria de maiores informações.
    Vale a pena fazer o city tour pago ou sozinho?
    Qual vinicula é a melhor para visitar e quanto tempo leva a visita?
    Aonde trocar dolares?
    Está caro ou barato as coisas no Uruguai.

    Abraço

    Felipe

  35. Sem esquecer da Patrícia… cerveja inesquecível para uma viagem inesquecível. Nem de Cabo Polônio, um dos lugares mais mágicos sobre a Terra. O Uruguai é fantástico e pouca gente sabe disso. Sempre me pergunto se não é melhor deixar assim ahahahaha
    beijos

  36. Ainda farei tudo isso de carro, saindo do Rio. Vai ser show! Os vinhos de lá são raros aqui, mas são ótimos. Gostei de te ver tomando um branco, é a boa pra gente. beijos

  37. Daniela, Que boa materia. Gostei do que escreveu e como uruguaio me sinto feliz de ouvir falar bem do meu pais. Équase como diz uma cançao uruguaia do “El Sabalero” que numa das suas estrofes diz: -“Poder se sentir imensamente bom, pelo simples fato, de falar bem, de gente boa”
    Abraço.
    José Luis Doldán

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>