• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Tailândia: escolhendo as cidades do roteiro

Templos budistas

Antes de começar o post um alerta se faz necessário: esse é um processo doloroso. Principalmente pelas coisas que você vai ter que deixar de fora do seu roteiro se você, como a maioria dos mortais, só tem 30 dias de férias.

Aqui estão as dicas básicas pra planejar a viagem pra Tailândia

A não ser que você entre por via terrestre, provavelmente vai começar sua viagem em Bangkok.

Tigres…

Bangkok não é uma cidade fácil, mas é igualmente fascinante. Minha primeira reação foi: meu Deus onde eu vim parar? Depois a cidade roubou meu coração de tal modo que eu passei o resto da viagem ainda pensando nela. Por isso, vale o conselho: dê tempo a Bangkok. Não veja a cidade apenas como uma passagem de entrada e saída da Tailândia. Além da imensidão de coisas interessantes, há alguns passeios ao redor que funcionam como uma day trip e são imperdíveis. Acho que 4 dias é boa conta. Mas dá pra ficar mais, se você tiver mais tempo.

De Bangkok você precisa decidir o que quer da Tailândia:
No sul estão as praias e todo aquele imaginário que a gente tem do país. Aquelas paisagens que correram o mundo com Leonardo de Caprio enlouquecendo no filme A Praia. Sim, tudo aquilo é verdade (e outras coisas   que só os seus olhos vão conseguir capturar!) mas o sul é também muito turístico. No pior sentido.  Isso significa: muita prostituição, preços mais caros e lixo (como eu vi lixo na praia!) Pro viajante que curte entender o país, comer comida sentado do lado dos locais, conversar com as pessoas pode ser um pouco decepcionante.

No norte estão os templos, os passeios de elefante e uma Tailândia mais com cara de Tailândia e menos de Disneylândia. Mas pro viajante que não curte templos e está interessado mesmo em praias, resorts e massagens (absolutamente imperdíveis!) o norte pode ser uma perda de tempo.

Dito isso, como fica?
No norte:

… e elefantes

Chiang Mai: é uma cidade de montanha, onde fica o Wat Phra That Doi Suthep, um dos maiores (e mais impressionantes) templos da Tailândia e destino de peregrinos budistas de todo o mundo. A cidade também é de onde partem os passeios pro Elephant Nature Park, a maior (e mais respeitada) reserva de recuperação de elefantes escravos do país. Uma ótima pedida pra quem quer comer em restaurantes cinco estrelas e experimentar comida tailandesa versão fusion, fazer um dia de spa ou um curso de culinária sem pagar caro. Em 3 dias dá pra fazer tudo.

Chiang Rai: ela não coube no nosso roteiro mas é bastante procurada por quem adora fazer trekking. Por ficar bem perto da fronteira com o Laos e Miamar tem uma diversidade étnica e culinária que também atrai gente do mundo todo. A cidade é bem pequena então o melhor é planejar a quantidade de dias pelos trekkings (normalmente é feita em combo com Chiang Mai). Também é uma boa base para quem quiser fazer uma day trip para Mianmar.

Ayuathaya – outra que não coube no nosso roteiro mas é muito conhecida por seus palácios, templos e sítios arqueológicos. Além disso, tem um passado glorioso – já teve mais de 400 templos – e foi considerada a cidade mais bonita da Ásia pelos mercadores que faziam comércio pelo continente na época das navegações. A cidade que já foi invadida por portugueses, japoneses, ingleses e tem uma espécie de bairros dessas nacionalidade. Há também um circuito ciclístico pra quem curte pedalar. A maior parte dos hotéis aluga bicicleta. Ou você pode ainda circular pela cidade de elefante. Parece que 3 dias são o suficiente.

Lopburi é outra cidade famosa do norte. É pequena e ótima pra quem quer sentir a Tailândia”mais original”. Além dos templos os macacos que circulam por todos os cantos são as atrações.

No sul: praias e cavernas lado a lado

No sul:
Phuket é o nome mais famoso. Mas eu, particularmente, odiei Phuket. Logo na chegada eu tive pavor da multidão de turistas, prostituição, pessoas que querem empurrar você pra dentro de boates com néons, drinks extorsivos e gente bêbada (e chata!) sem noção. Um pesadelo pra mim. As praias são bonitas mas você vê coisas melhores no Brasil. Na segunda vez em que passei por lá  eu me hospedei nas praias do norte e tive uma experiência melhor. Mas meu conselho é: fuja de Phuket pra Ao Nang.

 

Sim, isso é um táxi

Ao Nang é na verdade uma praia da península de Krabi. É lá a Tailândia do filme A Praia. A praia de Ao Nang é bacana mas o melhor é pegar vários passeios pras ilhas ao redor. Há vários “boat taxis” fáceis de usar. Vocês pode fazer uma ilha por dia (o que eu recomendo) ou um tour em um dia. Por causa da quantidade de ilhas e também porque o bom de estar na praia é relaxar, dá pra ficar uns 5 dias por ali. Se você curte uma noitada mais jovem e gente esportista deve considerar se hospedar em Railay Beach, a praia vizinha, reduto de jovens e montanhistas (com hotéis mais baratos também).

É também de Ao Nang que sai o ferry mais barato pra Ko Phi Phi – a ilha da Praia. Não faça como eu que não me organizei e precisei fazer de Phi Phi uma day trip. Lá é um lugar pra dormir. Porque, provavelmente, vai entrar na sua lista de lugar mais lindos que você já viu. 3 dias pra curtir tudo com a calma que o lugar merece.

Eu concentrei minha viagem deste lado da costa mas o lado oeste também vale a pena ser planejado.

As atrações do oeste são a ilha de Ko Pha Ngan, mais conhecida pela Full Moon Party, uma das maiores rave do mundo, que acontece uma mês vez por mês. A ilha vizinha de Ko Tao, rodeada de bairreiras de corais e paraíso dos mergulhadores, os mega resorts (e os guetos mochileiros) da exclusiva Ko Samui. Ou toda a beleza do parque marinho de Ang Thong.

Bem, dá pra ver que a Tailândia recebe bem viajantes de todos os gostos e objetivos. Agora é colocar o biquíni e sunga na mala e partir pro paraíso.

Personal Trip

About the Author

Destinos exóticos e desconhecidos. É em lugares assim que Reba prefere passar as férias. Isso deve ser uma desculpa para poder passar os outros 11 meses do ano planejando a viagem.

16 Respostas para “ Tailândia: escolhendo as cidades do roteiro ”

  1. Ola Reba, vivo em Hong kong com minha esposa Chilena, sou brasileiro e estamos querendo ir no proximo mes a Tailandia no feriado do ano novo chines aqui!
    A pergunta é: brasileiro tem que fazer aplicacao de visto de turista antes, ou pega na imigracao na entrada no Aeroporto como em Hong Kong,Macau e New Zealand? ???
    Valew, obrigado por sua atencao! Bjs

  2. Olá Reba,
    Estou programando uma viagem de 15 dias para a Tailândia, sendo 4 em Bangkok, 3 em Chiang Mai e os outros 7 em praia. Sabendo que há os deslocamentos, serão 6 dias de praia, porem 5 noites. Estou bem confusa em relação as praias. Pelo que entendi Puket não é um lugar para se ficar, e Krabi seria mais uma base. Qual ilha vc sugere? Vc acha que vale a pena ficar em 2 noteis diferentes nestes 5 dias?
    Obrigada Sarina

  3. Oi, parabéns pelo blog, bem informativo. Uma dúvida, para ir para ao nang não teria como voar para Krabi e assim fica mais fácil o deslocamento? Depois de Ao Nang (adjacência) pegar um ferry para visitar Phi Phi Island?
    Abraços,
    Marcio

  4. Reba,

    Estou indo para Tailandia em alguns meses. Decidi ficar em Ko Phi Phi e de la fazer os passeios para as outras ilhas. Vc sabe se existe alguma empresa que faça esses passeios partindo de Phi Phi? Ou a melhor saida seria alugar um barco para fazer todas essas ilhas?

    Obrigada!

  5. Oi Paola,
    Esse é um passeio a um local chamado Tiger Temple. É uma day trip que é feita a partir de Bangkok e é preciso contratar o passeio já que chegar lá por conta própria é muito complicado. Mulheres precisam ir de ombros cobertos e tem algumas restrições de comportamento já que o lugar é administrado por monges. Além disso, ninguém pode ir com roupa vermelha pra não estressar os animais.
    Beijos!

  6. Ola.
    Adorei o seu post. Vou para a Tailandia final desse ano e gostaria de saber onde foi tirada essa foto com o tigre? Amei e com certeza quero conhecer.
    Obrigada =)

  7. Lena,
    Com o pouco tempo que você tem, eu recomendo fazer tudo de avião. A Tailândia é uma país grande e o transporte interno é um pouco precário. Dá uma olhada se você consegue chegar em Ayuathaya de avião. No sul, se o o seu destino for Ao Nang você terá que ir de avião até Phuket e depois encarar duas horas de transporte terreste – que pode ser ônibus ou van. O aeroporto de Phuket é um aeroporto internacional então eu acho ótimo a sua ideia de sair de lá direto para Dubai e assim eliminar um deslocamento.

    Beijos

  8. Obtigada pela dica! Só me conta mais uma coisa… Como vou pra bkk, de la da pra ir pra ayahuasca e depois seguir pro sul? To arrasada de nao ter mais tempo pra conhecer chang mai! E do sul, estou pensando em pegar o aviao de puket pra voltar pra dubai de onde sai meu voo p brasil. Muito furada??

  9. Lena,
    Eu acho bastante apertado conhecer o norte e o sul com apenas 8 dias principalmente por causa do tempo que você vai perder com o deslocamento. Para ser minimamente viável você vai precisar fazer todos os deslocamentos de avião. No entanto, lembre-se que para Ao Nang vc precisa ir até Phuket e encarar umas duas horas de estrada. Phi Phi também não é tão fácil de chegar porque os horários do ferry são fixos. Para que você possa realmente curtir e não passar metade do seu tempo se deslocando eu sugiro que você escolha entre o norte e o sul.

    Beijos

  10. Oi Reba! Tenho 8 dias apenas na tailandia e quero muito conhecer a parte norte e tambem as praias do sul. Penso em 1 dia em bangkog e depois ir pra Ayutaya, ficar 2 dias la e ir pra au nang p ir pra phiphi. Eu sei que vai ser tudo muito corrido, mas será que aviao eu nao consigo fazer?

  11. Oi Gatona,
    Poderia ter sido a vida toda mas foram só 15 dias.
    Beijo e saudade!

  12. Gatíssima! Adorei o post e as dicas! Vem cá, qto tempo vc ficou na Tailândia msm?? Bjsss e para béns pelo sucesso, Rapha!

  13. Oi Lizie,
    Eu acho melhor você concentrar tudo numa cidade só porque vc precisa levar em consideração que vai perder um grande tempo no deslocamento. Com esse tempo você teria que ir de avião e mesmo que o voo seja rápido perde-se pelo menos meio dia (contando deslocamento pro aeroporto, espera e o voo em si) para ir e voltar. Bangkoc é uma cidade grande, com muitos atrativos e há tb passeios que você pode fazer a partir de lá. Eu ficaria na capital mesmo.
    Beijos e boa viagem

  14. Reba, muito obrigada mesmo pelas dicas!
    Eu vou visitar um amigo em Tokyo e ele sugeriu que fôssemos pra Thailandia, mas nós só teríamos no máximo uns 3 ou 4 dias lá… E nas minhas pesquisas rasas eu estava pensando em passarmos 2 dias em Bangkok e dois dias em Chiang Mai… será que vale a pena? Ou concentrar num lugar só?

  15. Oi Sani,
    Obrigada pela dica! Muitas viagens para Ásia para gente.
    Beijos!

  16. A Asia eh para mim um dos lugares onde me sinto mais feliz! E planejar a viagem ja eh metade da diversao! Super recomendo passar uns dias nas montanhas em Chiang Mai, e depois descansar em Ko Lanta, que tem precos bem acessiveis, e praias maravilhosas!

    Sani
    Caindo no Mundo

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>