• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

El Chaltén: a patagônia em estado natural

Fitz Roy

Paisagens deslumbrantes

O apelido é sugestivo e não poderia ser mais apropriado: capital argentina do trekking. É assim que nossos vizinhos hermanos definem El Chaltén, uma das cidades mais lindas da patagônia argentina. Por estar fora do circuito oficial das grandes operadoras de turismo, Chaltén mantém um clima de rústico e encanta qualquer viajante que tem o privilégio de pisar naquela terra de paisagens deslumbrantes. Mas tanta exclusividade tem um motivo: para conhecer Chaltén é preciso suar a camisa, literalmente. Paraíso dos praticantes de escalada, a cidade oferece uma opção única de atividade: caminhar. E para quem tem coragem de colocar o pé na estrada a recompensa é certa.

Para conhecer outras cidades da Patagônia clique aqui!

PLANEJANDO A VIAGEM
Para chegar e sair de Chaltén só há uma opção: desde a cidade de El Calafate. Dependendo da estação do ano é possível encontrar ônibus todos os dias – em três horários diferentes. A outra alternativa é alugar um carro, mas a estrada de terra pode complicar a vida de motoristas que não tenham tanta experiência nesse tipo de viagem. O itinerário dura uma média de três horas e meia, o que obriga o viajante a fazer de Chaltén mais do que uma day trip.

 

El chaltén cidade

Cidade pequenina

Chaltén está localizada dentro de um parque nacional e a organização é de dar inveja – e satisfação – a qualquer turista. Todo mundo que chega à cidade é obrigado a parar na sede do parque. Lá se assiste a uma palestra, em espanhol ou inglês, onde os guias fazem questão de deixar bem claro o que se pode ou não fazer dentro dos limites do parque. Dentre as proibições estão fazer fogo ou andar fora do território demarcado para as trilhas. Cada turista também ganha um mapa com todas as opções de caminhada, o tempo de duração e o grau de dificuldade. Guarde o mapa, ele certamente vai ser útil.

O trekking e a escalada são realmente as duas atividades em Chaltén
. No mais há apenas um pequeno – pequeno meeeesmo – vilarejo com algumas opções de hospedagem, um supermercado e poucos restaurantes. Por isso, durante o inverno – quando a maior parte das trilhas fica interditada por causa do frio intenso – é como se a cidade fechasse. É claro que ninguém vai te impedir de entrar em Chaltén, mas acredite, você não terá nada pra fazer. Além disso, neste período é difícil encontrar ônibus que cheguem até a cidade. E conversando com que mora por lá, eles nos contaram que muita gente deixa o vilarejo nesse período do ano e parte para outra cidade da Patagônia. Por isso, planeje com cuidado a estação que deseja viajar. Nos estivemos por lá em outubro e o frio foi suportável.

AS TRILHAS

trilhas, senderos

Trilhas bem sinalizadas

Todas as trilhas de El Chaltén são absolutamente bem sinalizadas e super bem demarcadas. Você não precisará de um guia. Ao longo do percurso também há placas indicando quanto falta até o destino. Elas parecem estar estrategicamente colocadas para animá-lo quando você já pensa em desistir.

O Fitz Roy é a montanha mais alta do parque e a grande atração de El Chaltén. É possível vê-lo já da estrada que leva ao parque e a paisagem é realmente impressionante. O mais curioso é que, mesmo sem nem nunca ter chegado perto de qualquer equipamento de escalada e não ter nenhuma fascinação por montanhismo, chegando em Chaltén eu acabei envolvida pelo lugar e chegar perto do Fitz Roy acabou se transformando numa meta.

*Campamento Poircenoit e Laguna de Los Tres – essa é a trilha em que se chega mais perto do Fitz Roy e por isso a mais famosa de Chaltén. O guia oficial indica que são dez horas de caminhada, ida e volta. Nós fizemos em aproximadamente oito num ritmo bem normal com direito a uma chuva torrencial no fim do percurso e bastante neve quando estávamos quase chegando ao destino. Apesar de não exigir qualquer equipamento de escalada, a caminhada tem nível médio porque é puxada meeesmo. A distância é grande e ainda há um desnível de 700 metros. Mas tudo isso pode ser vencido se o viajante adotar o lema do devagar e sempre. A primeira hora é puxada por ser uma subida. Mas logo se chega à Laguna Capri, que é um pouco menos que a metade do caminho e tem uma das vistas mais lindas da minha vida. Depois a caminhada melhora e subida de novo só no fim do percurso depois da Laguna de Los Tres. Tanto a Laguna Capri quanto Poircenoit são locais onde o camping é permitido e tem uma estruturazinha, ainda que pequena mesmo.

Fitz Roy

O Fitz Roy - a montanha desejada

*Laguna Torre – É outra trilha bem famosa e também com paisagens lindas pelo caminho. O percurso é um pouco mais fácil porque há bem menos subidas, mas o guia oficial indica que são 8 horas pra ir e voltar. Ao contrário da trilha anterior onde se chega no topo de uma montanha de cara para o Fitz Roy aqui o ponto final é uma lagoa.

Para quem não quer encara oito ou dez horas caminhando há trilhas mais curtas como a Chorrillo del Salto e Mirador de los Córdores, de 2 e 1 hora, respectivamente.

As infos de todas as trilhas de El Cháten estão aqui.

NA MOCHILA

el chlatén neve

Trilhas também na neve

Preparar a mochila que te acompanhará nas caminhadas é tão importante quanto o planejamento da trilha que você vai seguir. Há muitas nascentes pelo percurso por isso não é preciso sair com litros e litros de água nas costas mas ter uma garrafa grande ajuda. Como os trekkings em geral duram o dia todo é importante carregar sanduíches que serão seu almoço. E barras de chocolate são as melhores amigas quando você tiver certeza de que não é capaz de dar mais nenhum passo. Não inicie o trekking sem elas na mochila e não subestime o poder que um doce pode ter sobre seu corpo e autoestima.

Filtro solar, protetor labial e boné para os dias de sol e mesmo para os dias de chuva. Relógio pra calcular bem o tempo de ida e de volta. E por fim óculos escuros. O fim da caminhada geralmente é um lugar branquinho, coberto de neve. E depois de tanto esforço você vai querer ficar ali admirando alguma paisagem linda ou apenas curtindo a sua conquista. Ter que ir embora mais cedo porque seus olhos não suportam a claridade da neve não é legal.

Seja lá mais o que você considere importante apenas não esqueça que o peso da mochila não pode ultrapassar o confortável. Quanto mais se caminha parece que mais pesada ela vai ficando.

ROUPAS

glaciar

Glaciares pelo caminho

Quem for pra Patagônia deve estar preparado para enfrentar bastante frio, mas as caminhadas de Chaltén exigem alguns itens especiais. Botas de trekking são essenciais. Apostar naquele tênis que você anda na cidade pode estragar sua caminhada. Primeiro porque o tempo é instável, assim como o terreno. Você enfrentará terra, lama e neve no mesmo percurso e precisa de um calçado que esteja preparado para superar tudo isso. A minha bota é da marca Guartelá, tecnologia nacional e portanto mais barata.

Casaco corta vento é outro item indispensável. Na Patagônia venta horrores, em muitos trechos das caminhadas você não conta com a proteção de montanhas ou árvores e irá se deparar com o vento na sua potência máxima. Para não correr o risco de virar um pinguim e ficar completamente paralisado de frio vá com o casaco certo.

Gorro também é um bom aliado para você não ter a impressão de que vai terminar o trekking sem orelhas.

Outra dica importante é: não caia na tentação de se entupir de roupa. Lembre-se você vai caminhar muito e mesmo com o frio intenso em algum momento – principalmente perto do meio-dia ou depois do quinto quilômetro caminhado – pode sentir calor. E aí acaba não tendo mão pra carregar toda a roupa que estava no corpo ou, pior, sua muito. E logo depois aquele suor esfria e você começa a ter variações de temperaturas que podem ser perigosas e que serão, no mínimo, desconfortáveis. A dica que eu tirei de um fórum de caminhada e que deu certo comigo foi: camisa colada ao corpo, uma camisa normal por cima, algum casaco estilo moleton e o casaco corta vento por cima. Nas pernas meia calça ou cerola e por cima a calça que vc for caminhar. Suficiente e sem exageros.

Agora é pé na estrada e boa viagem!

Mais da Patagônia aqui

Imprima esse post

Siga As viajantes no twitter

Personal Trip

About the Author

Destinos exóticos e desconhecidos. É em lugares assim que Reba prefere passar as férias. Isso deve ser uma desculpa para poder passar os outros 11 meses do ano planejando a viagem.

16 Respostas para “ El Chaltén: a patagônia em estado natural ”

  1. Legal!!
    No próximo fim de semana estaremos saindo.
    Dois casais. De carro. Faremos Patagônia Argentina e chilena.
    Estou ansiosa…
    Adoramos aventuras…

  2. Acho que El Calafate eh melhor em termos de logistica ja que vc quer fazer uma viagem casada com El Chalten. Acho que ambas cidades tem programas que podem agradar aos dois. Da uma olhada o que os backpackers tours para dar uma olhada que tipo de tours eles tem para o verao.

    Beijos

  3. Reba eu esqueci de falar, eu vou em dezembro no verão!

  4. Obrigada Reba!

    O problema é que temos que decidir entre ir para Ushuaia ou para El Calafate junto com El Chalten.Essa minha indecisão, não sei o que seria melhor para eles conhecerem.

  5. Oi Patrícia,
    Eu apostaria em Ushuaia, El Calafate e El Chaltén. Nessa ordem.
    Se vc for perto do inverno e pegar a estação de esqui aberta certamente vai ser uma grande diversão para eles. Mas mesmo sem a estação tem o passeio de barco e dá para chegar bem pertinho do topo das montanhas numa caminhada. Em El Calafate tem o parque e como vc vai estar com um adolescente eu sugiro vc investir no tour da Backpackers http://www.patagonia-backpackers.com/tours-calafate/morenoinvierno.html. O tour oferece a mesma coisa que os demais (mas ele vai ate o parque num caminho alternativo, o que é um atrativo a parte) com guias e pessoas mais jovens. Mas é super tranquilo também para os pais. Vale também fazer o passeio de barco que chega pertinho dos glaciares e o trekking em cima dos glaciares.
    Chaltén é apenas caminhadas e eu acho que além de cansados, há grandes chances deles ficarem entediados.
    Beijos.

  6. Olá

    Estou novamente precisando de ajuda, vamos ter que decidir se vamos para El Calafate e El Chalten ou Ushuaia.Eu é meu marido já conhecemos El Calafate mas nosso filhos não, eu quero um lugar para impressionar meus filhos, a idade deles e 8 e 14 anos(adolescente é mais difícil).

    Beijos,

    Patrícia

  7. Oi Willy,
    Eu não estive em Puerto Madryn mas dizem que é realmente lindo. Dá só uma conferida se é a época de visitação das baleias, que é a principal atração de lá.
    Beijos e boa viagem!

  8. Depois que li alguns outros posts seus cheguei a conclusao mesmo que seria melhor tirar el chalten, li em outros lugares que a cidade fica até deserta. Me indicaram Puerto Madryn, com a opção de ver os animar da região. Só de você nao desanimar a viagem no inverno já valeu mesmo. obrigado

  9. Olá,
    El Calafate e Ushuaia são duas cidades com uma infraestrutura turística bacana e eu acho que mesmo no inverno você vai conseguir fazer alguns passeios. Mas, na minha opinião, você deveria retirar El Chálten do seu roteiro. A cidade é focada apenas em caminhadas e com as temperaturas do inverno muitas trilhas são inviáveis. Algumas são até fechadas por uma questão de segurança. Acho que vale a pena você dar uma pesquisada nas cidades da Patagônia chilena que também contam com boa infra pros turistas, acho que vai ser melhor pro seu roteiro no inverno.
    Abraços.

  10. Gostei muito do post, to querendo ir para patagonia no meio do ano. Talvez no dia 18 ou 19 de Junho, é a unica data que eu tenho livre, sei que é inverno mas vocês acham que da pra aproveitar muita coisa?
    Vamos ter mais ou menos 13 a 15 dias de viagem. Que roteiro voces me indicariam? Só pensei em El Calafate -> El Chaltén -> Ushuai. Desde ja valeu. bjo

  11. Oi Patrícia,
    Agora vc me deixou numa saia justa porque eu nunca estive em Torres del Paine mas é certamente um lugar que eu vou visitar antes de morrer! 🙂 Entrou na minha de lista de tenho-que-ir-de-qualquer-jeito. Mas eu indicaria Chaltén para todos porque eu adorei o lugar. Algumas coisas que podem pesar na sua escolha são:
    – Tempo de viagem. Se vc tiver pouco tempo tvz Chaltén seja melhor porque é mais fácil para chegar desde El Calafate. Se for um bate e volta certamente eu indicaria Chaltén!
    -Espírito aventureiro da família e principalmente das crianças. Ambos lugares têm caminhadas fáceis, médias e avançadas. Mas enquanto Chaltén é uma cidade – vc vai encontrar mais opções de hotéis e restaurantes – Torres del Paine é um parque, a hospedagem é mais restritas e por isso tb mais no estilo aventura. Depende do que vc está buscando.
    -Em termos de custo eu tenho a impressão que Chaltén é mais em conta.
    Seja qual for sua escolha tenho certeza que serão férias inesquecíveis. E se precisar de mais ajuda volte por aqui.
    Beijos

  12. Olá,

    Reba, estive lendo seu blog e queria muito uma ideia, Vamos para Patagonia em dezembro eu meu marido mais nossos filhos de 8 e 14 anos o roteiro que montei foi Ushuaia, El Calafate e Torres del Paine, só que lendo sobre EL Chalten eu gostei muito agora estou com muita dúvida o que vc me aconselha, eu e meu marido ja conhecemos El Calafate o que seria melho parecesse que a cidade de El Chalten e uma graça.Desde já agradeço

  13. Muito legal o post e as dicas.
    Estou indo de carro para a patagonia em breve, e El Chalten é um dos destinos planejados. Gostei das minucias sobre roupas e mochila.

    Parabéns!

    Um abraço

  14. Concordo totalmente com o comentário de cima. Além de terem definido muito bem Él Chaltén, é muito bom compartilhar viagens, e é difícil encontrar conhecidos que tenham ido à Patagônia que, ler sobre, é uma delícia.

    A minha viagem para Patagônia foi especial RJ – Ushuaia / Ushuaia – RJ, de carro, observando cada canto (mais ou menos, o tempo não era tanto assim). Saudade.

    E realmente Torres Del Paine também é de tirar o fôlego.

    Ai que vontade de viajar

    Reba, um beijo.

  15. Olá Meninas!
    Parabéns pelo post. Estarei por lá passando o Natal, juntinho ao Fitz Roy… Suas dicas me ajudarão demais. Obrigada por compartilhar. Depois quando vc tiver um tempinho passe lá no meu blog
    http://www.expedicaoandandoporai.blogspot.com
    Valeu e Boas Viajens!
    Carla

  16. Esse post está ótimo, e o lugar é sem dúvida fantástico! Estive lá no início deste ano e tenho que dizer que El Chaltén, junto com Torres del Paine, são os dois parques mais lindos da Patagônia.

    Fiz um trekking de dois dias lá (voltei moída!), mas foi uma experiência “wordless”! As descrições de vocês fazem justiça ao lugar: as trilhas com o Fitz Roy ao fundo… Sensação de paz deliciosa ao caminhar!

    Adorei o post! Parabéns mesmo!

    Ah, e tenho um post no meu blog falando sobre lá também (a primeira parte da viagem). Quando puderem, dêem uma olhada: http://www.dondeandoporai.com.br/?p=1055

    É muito gostoso compartilhar histórias de viagens com quem já foi lá também!

    Beijos,

    Clarissa

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>