• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Dicas, passeios e paisagens do Deserto do Atacama

É uma viagem linda. A paisagem é surpreendente, principalmente para quem, como eu, nunca tinha pisado num deserto antes. Em primeiro lugar, pode parecer ridículo, mas é bom lembrar que aquilo lá é um deserto. Isso quer dizer que faz muito sol e muito frio também e que a água do seu hostel pode acabar e você ter que procurar um oásis pra tomar banho. Não é piada, aconteceu mesmo comigo.

Veja fotos do Chile

Levar lenços umedecidos e ter sempre à mão uma garrafinha d’água também são boas pedidas. Em alguns hostels, o chuveiro é como aquelas torneiras de shopping: vc aperta e a água cai até o botão subir novamente e vc voltar a apertar.

Deserto do atacama, reza a lenda é o mais seco do mundo

Deserto do atacama, reza a lenda, é o mais seco do mundo

COMO CHEGAR: A cidade base do deserto é San Pedro de Atacama, a pouco mais de mil quilômetros de Santiago. É uma cidade beeem pequena e fofa, onde você vai se hospedar durante os dias que ficar por lá. De ônibus, a principal empresa do Chile é a Turbus, que tem no site, horários e destinos. De avião, a Lan Chile e  Sky têm voos até Calama, que é uma cidade a cerca de uma hora de San Pedro. De lá, dá para ir de ônibus(mas é preciso pegar outro transporte do aeroporto até a rodoviária), ou ir de táxi. Quando fui, rachamos um táxi com um casal que conhecemos no avião. A Lan costuma fazer umas promoções de última hora, em que a passagem fica praticamente o mesmo preço da de ônibus. Tem gente que de lá vai de trem para a bolívia e faz também o Salar de Uyuni, mas não sei bem qual é o esquema.

PASSEIOS: No geral, cerca de quatro dias são suficientes para ficar em San Pedro. Muitos dos passeios ocupam a metade do dia, então, dá para visitar dois pontos por dia. Nã é preciso se preocupar em agendar tudo antes. Vale pesquisar nas agências da cidade os melhores preços, mas são todos meio parecidos.

Os principais são: Valle de la luna, Ruinas de Tulor, Toconao y Salar de Atacama, Geyser del Tatio, Valle de la Muerte e Lagunas Altiplanicas, além do próprio povoado de San Pedro, que tem um museu arquelógico bacana, com múmias super bem conservadas.

Em resumo, o Valle de la Muerte tem, além da estrutura geológica, dunas em que se pratica o sandboard; Os gêisers têm águas termais que soltam fumaça – é bem bonito, mas é bom estar preparado para a altitude e para o frio do amanhecer. Depois o sol sai e tem até quem troque o casaco pelo biquíni. Nas lagunas eu não fui pq tinha deixado o papel da imigração em Santiago e elas ficam na Bolívia, mas as fotos são lindas e quem eu conheço que esteve lá, amou.

Leia também: Dicas do Chile, Santiago, o Mar de Neruda e Ski no Chile

Versão deste post para impressão.

LINKS: www.sanpedroatacama.com, www.sitios.cl, www.turbus.cl, www.lan.cl, www.skyairline.cl

Personal Trip

About the Author

De moto, barco, carro, avião, trem ou ônibus, para Alícia o importante é viajar, conhecer lugares novos, sem deixar de desbravar o Brasil.

Uma resposta para “ Dicas, passeios e paisagens do Deserto do Atacama ”

  1. Anafalbetismo… fora isso, muito bom o blog!

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>