• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Amazônia Express: que passeios fazer pela floresta

encontro dos rios - passeios amazônia

As águas navegam lado a lado por 12 km até se misturarem(Foto:http://ecoviagem.uol.com.br)

Já falei um bocado da minha deliciosa experiência pela Floresta Amazônica. Mas como tinha muitas dicas específicas e detalhes de quem tem mais tempo para curtir a selva, resolvi falar dos passeios de uma maneira geral. Muitos deles podem ser feitos a partir de Manaus mesmo por quem tem poucos dias ou vai a trabalho, apesar de não ser o ideal, porque está imerso naquela natureza toda é incrível.

Leia mais posts Amazônia aqui

ENCONTRO DAS ÁGUAS – Esse dá para fazer saindo de Manaus e voltando no mesmo dia. Dura apenas algumas horas. O barco sai do cais flutuante e nos leva para o local onde os rios Negro e Solimões se encontram.

 

vitoria regia - passeios amazônia

Suas águas, uma negra e uma mais barrenta correm lado a lado sem se misturar por cerca de 12 km até que se forme o Rio Amazonas. O incrível é que, além da cor, só de mudar de lado no barco e colocar a mão na água é possível perceber que suas temperaturas e velocidades também são diferentes.

VITÓRIA RÉGIA – Perto do encontro das águas tem um bar flutuante, com artesanato de tribos indígenas, que serve de porta de entrada de um parque em que trilhas em pontes de madeira te levam para ver as vitórias régias.

Segundo os nativos, elas suportam até 15 kg e suas flores vivem apenas 24 horas. O parque tem centenas delas, que cobram boa parte de um pedaço d’água com sua imponência.

 

arvorismo - passeios amazônia

ESCALADA EM ÁRVORES – A galera do Amazon Tree Climbing te pega e te leva de volta ao hotel ou onde você queira ficar em Manaus. Dependendo do tempo disponível, você pode escalar árvores de 30 a 70 metros de altura.

Como elas ficam em locais diferentes, isso vai mudar também o tempo da atividade. Algumas duram o dia inteiro e incluem refeição e outras podem ser feitas em até três horas. É uma experiência única, segura e revigorante, sentar na copa de uma árvore tão grande e ver as copas das outras lá embaixo.

NADAR COM OS BOTOS – Para fazer esse passeio é bom ter um dia todo livre, dependendo da agência ou barqueiro com quem você fechar, já que são pelo menos umas duas horas de barco saindo de Manaus até chegar ao Recanto dos Botos. Quando fui, como o traslado estava incluído num outro pacote maior, pagamos apenas R$ 50 para nadar com eles. Mas, provavelmente, você ainda vai ter que pagar o barco.

 

boto cor de rosa - passeios amazônia

Dando um dengo no boto cor de rosa

Lá, a Silvana transformou seu bar flutuante num dos pontos mais desejados pelos turistas. Ali, os botos vivem livres, mas acostumados a terem sempre comida farta e muita brincadeira, vão seguindo o bar pelo rio afora, em todas as épocas do ano.

Com o sucesso do negócio ela conseguiu atrair a atenção do Ibama, que acompanha e ajuda no trabalho. Os turistas não podem alimentá-los diretamente, por questões de segurança, só a galera da casa o faz, mas nadamos do ladinho deles e podemos fazer carinho à vontade. De vez em quando, um vem e te dá uma ‘cutucada’ com o bico pra chamar a atenção. Delicioso!

FOCAGEM DE JACARÉ – Por falta de tempo, tem gente que vai passar dois ou até um só dia tendo um hotel flutuante como base. Um dos passeios principais destes pacotes é a focagem de jacaré.

 

À noite, no escuro, os olhos dos jacarés viram pontos iluminados, facilmente focados num passeio e viram presas mais fáceis. Aí, o guia vai te falar sobre a vida dos jacarés, as espécies mais encontradas na Amazônia e, com sorte, pegar um deles pra você passar a mão ou segurar pra tirar uma foto. Depois, claro, ele volta pro seu habitat natural.

 

focagem de jacaré - passeios amazônia

PESCARIA DE PIRANHA – É outro passeio clássico por lá. Elas existem – e muito – nos rios. Mas isso não quer dizer que você não possa mergulhar neles que vai ser instantaneamente atacado. Elas só atacam se você tiver alguma ferida sangrando.

Quando eu fui, mais interessante que a pescaria em si, eram os passeios pelos igapós formado nas épocas da floresta alagada. Eram verdadeiros canais entre as árvores, quando parte da floresta virava afluente do rio.

Clique aqui para versão para impressão

Siga As Viajantes no Twitter

Personal Trip

About the Author

De moto, barco, carro, avião, trem ou ônibus, para Alícia o importante é viajar, conhecer lugares novos, sem deixar de desbravar o Brasil.

2 Respostas para “ Amazônia Express: que passeios fazer pela floresta ”

  1. Oi Cimone, vou exatamente isso que eu fiz. Dá uma olhada nesse post aqui que tem o link da agência que me ajudou, diz, inclusive o passeio que inclui dormir na selva e, acredite foi a melhor noite da viagem: http://asviajantes.com/viagem/as-cores-os-ruidos-e-a-paz-da-amazonia
    Agora, importante: repelente e rede com mosquiteiro!!! Boa Viagem!!!
    http://asviajantes.com/viagem/eu-ja-dormi-na-selva-amazonica

  2. Bom dia Alicia! Gostei das suas dicas e tenho uma dúvida…Eu gostari de ir para o Amazonas e quero fazer passeios pela floresta sem o compromisso de ficar em Manaus ou naqueles hotéis caríssimos na floresta.Gostaria de ficar em alguma aldeia ao alguma pousada simples na floresta. Isso é fácil de conseguir?

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>