• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

100 experiências imperdíveis

Flagrante de um rasante de albatroz em Essaouira, no Marrocos.

Chegamos ao post número 100 e não queríamos deixar essa marca passar em branco. Decidimos então reunir 100 experiências imperdíveis na nossa opinião para qualquer viajante (algumas já relatadas com detalhes no blog e outras que contaremos em breve), algo no estilo do livro 1000 lugares para se conhecer antes de morrer. Ainda não temos a pretensão de indicar mil lugares, mas acho que chegamos lá. 🙂

Por enquanto, aqui vai a nossa seleção. Não há uma ordem de importância, já que as preferências de cada uma variam muito. Para não ter briga, colocamos os países em ordem alfabética. Claro que faltam muitas experiências, mas estas são apenas algumas de nossas melhores recordações. Qual é a sua?

1- Beber cerveja ao lado do muro de Berlim em East Side Gallery e comer salsichas e pretzel em alguma das barraquinhas de rua (Berlim, Alemanha)

2- Ficar sem fala no primeiro campo de concentração nazista do mundo (Dachau, Alemanha)

3- A viagem de trem Munique-Füssen(Alemanha)

4- Beber cerveja com desconhecidos na Oktoberfest (Munique, Alemanha)

5- Almoçar à beira do Rio Rhein e visitar a EL-DE Haus, antiga sede da Gestapo, hoje Centro de Documentação do Holocausto (Colônia, Alemanha)

EL-DE Haus. A Gestapo era aqui.

6- Subir à Catedral de Meissen, em estilo gótico, e apreciar a vista da cidade, um amontoado de telhadinhos cobertos de neve (Meissen, Alemanha)

7- Ver um jogo do Boca Juniors (Buenos Aires, Argentina)

8- Virar a noite na balada e emendar com o café da manhã no hostel, todos os dias da semana (Buenos Aires, Argentina)

9- Ficar cara a cara com o glaciar Perito Moreno (Calafate, Argentina)

10- Chegar ao topo do Monte Fitz Roy (Chaltén, Argentina)

11- Experimentar um almoço harmonizado em uma vinícola, tendo como paisagem as vinhas e o Aconcágua, triunfante, ao fundo (Mendoza, Argentina)

12- Ver o fundo do mar na barreira de corais (Cairns, Austrália)

13- Passar o dia na praia de Manly (Sydney, Austrália)

14- Ficar indecisa ao escolher uma sobremesa numa das tradicionais e coloridas confeitarias de Viena (Viena, Áustria)

15- Experimentar os melhores chocolates do mundo em uma lojinha artesanal (Bruges, Bélgica)

16- Ter a Praia do Morro, em Porto de Pedras, só para você (AL, Brasil)

Praia do Morro ‘privée’

17- Sentar-se no deque do café do Solar do Unhão, em Salvador, para uma cerveja e petisco mexicano enquanto espera o pôr-do-sol e depois partir para um ensaio do Olodum (BA, Brasil).

18- Viajar nas formas das pedras do Vale da Lua, na Chapada dos Veadeiros (GO, Brasil)

19- Subir o Rio Parnaíba de barco, até o Delta, e mergulhar nas lagoas dos Lençóis Maranhenses (MA, Brasil)

20- Ver o sol se pôr na duna mais alta de Jericoacoara (CE, Brasil)

21- Começar uma trilha às 22h no Parque Nacional do Caparaó, dormir num abrigo gelado por algumas horas e ver o amanhecer do alto do Pico da Bandeira, o mais alto da Região Sudeste, de 2.891 metros (MG, Brasil)

22- Comer carne-de-sol na Oficina do Sabor, acompanhar a serenata das sextas-feiras no centro histórico de Olinda e seguir os blocos de frevo em seu carnaval (PE, Brasil)

23- Na noite de Natal, assistir ao Baile do Menino Deus no Marco Zero (Recife) e depois ir a um encontro de cavalos-marinhos na Casa da Rabeca, em Cidade Tabajara em Olinda (PE, Brasil)

24- Dar de cara com o mar verdinho e os coqueiros da Praia de Carneiros (PE, Brasil)

25- Pelo menos uma vez na vida, subir ao Cristo Redentor e passar o réveillon na Praia de Copacabana (RJ, Brasil)

26- Ver o sol se pôr no horizonte do mar da Praia Grande, em Arraial do Cabo (RJ, Brasil)

27- Apreciar a vista do Pão de Açúcar desde o Aterro do Flamengo, no Rio (RJ, Brasil)

28- Ir à quadra da Mangueira, no Rio (RJ, Brasil)

29- Ir à praia de Santo Antônio, emIlha Grande, e descobrir as praias desertas de Angra dos Reis (RJ, Brasil)

Paraty: viagem no tempo (foto do TripAdvisor)

30- Passear pelas ruas de pedra e fotografar as casas coloridas de Paraty (RJ, Brasil)

31- Escolher um passeio com emoção pelas dunas de Genipabu, em Natal, o bugre quebrar e, quando o carro fica pronto, para se redimir, o bugreiro te levar num rio fora do roteiro turístico entre montanhas de areia. Com direito a parada para a exótica caipirinha de banana com gengibre (RN, Brasil)

32- Acordar, tomar café-da-manhã na padaria e passar o dia na Praia do Evory, na Guarda do Embaú, beliscando pastéis de camarão e siri em Florianópolis (SC, Brasil)

33- Esquiar o dia inteiro e, à tarde, trocar o casaco do inverno de 0º C por um biquíni para um mergulho em águas a 26º C em uma das piscinas térmicas de Chillán. (Termas de Chillán, Chile)

34- Comer mariscos das mais diferentes espécies do Oceano Pacífico (Concón e Reñaca, Chile)

35- Começar o dia poeticamentena casa de praia do poeta Pablo Neruda (Isla Negra, Chile)

36- Andar receosa no teleférico do Parque Metropolitano, com os Andes ao fundo (Santiago, Chile)

37- Observar leões-marinhos se alimentando próximos à orla (Viña del Mar, Chile)

38- Passar o dia na stari grad (cidade antiga) murada de Dubrovnik, com suas estonteantes vistas para o Mar Adriático (Dubrovnik, Croácia)

39- Visitar uma ilha paradisíaca que produz lavanda (Hvar, Croácia)

40- Escutar o som do órgão marinho de Nicola Basic, criado com tubos que soam com o movimento do mar (Zadar, Croácia)

41- Hospedar-se na casa de um cubano que alugue seus quartos e andar em uma máquina, espécie de táxi coletivo e no coco taxi (Havana, Cuba)

Coco-táxi. Bate um ventinho.

42- Ir à Casa de la Trova, onde se pode ver um buena vista tocando por 15 dólares (Santiago, Cuba)

43- Mergulhar no mar turquesa do Golfo do México (Varadero, Cuba)

44- Assistir à animada queima de fogos do réveillon à beira do Rio Danúbio (Bratislava, Eslováquia)

45- Fazer topless na Barceloneta, fotografar os detalhes das construções de Gaudí e admirar os vitrais do Palau de la Música Catalana (Barcelona, Espanha)

46- Assistir a um show de música nas escadarias de Montjuïc e sair de bar em bar pelo Bairro Gótico (Barcelona, Espanha)

47- Visitar La Alhambra (Granada, Espanha)

48- Ver uma tourada e comer churros com chocolate quente depois de uma bebedeira (Madri, Espanha)

49- Andar a camelo e comer sardinhas assadas pelo calor do vulcão no Parque Nacional Timanfaya e Montanhas de Fogo, a Terra do Diabo, em Lanzarote (Ilhas Canárias, Espanha)

50- Comer um cochinillo, leitãozinho típico da Espanha (Segóvia, Espanha)

51- Assistir a um tablao de flamenco (Sevilha, Espanha)

52- Reservar pelo menos dois dias da viagem para explorar os museus de Nova York. Além dos clássicos Moma, Metropolitan e Museu de História Natural, a cidade tem os pequenos e curiosos Museu do Sexo e o Museu do Rock (Nova York, EUA)

53- Entrar na FAO Schwartz, uma das maiores lojas de brinquedos do mundo, onde foi gravada a cena do piano de Quero ser grande (Nova York, EUA)

Vendedores da FAO Schwartz dando uma de Tom Hanks em ‘Quero ser grande’

54- Assistir a um musical na Broadway e a um jogo de futebol americano (Nova York, EUA)

55- Visitar a torre Eiffel e tomar um vinho à beira do Sena (Paris, França)

56- Passar um dia (ou dois) no Museu do Louvre. E outro no D’ Orsay (Paris, França)

57- Comprar vinho, pão e queijo em um mercadinho e degustar numa das cadeiras espalhadas pelo Jardim de Luxemburgo e tomar um sorvete nos Jardins des Tuileries (Paris, França)

58- Beber champanhe na fonte (Reims, França)

59- Deslumbrar-se com a elegância e o litoral recortado da Aquitânia, no País Basco francês (Biarritz, França)

60- Fazer piquenique nos jardins do palácio da família real francesa (Versalhes, França)

61- Sentar-se em um café para um chá e charuto de marijuana totalmente dentro da lei (Amsterdã, Holanda)

62- Fugir do inverno rigoroso com um banho nas piscinas aquecidas das termas do Hotel Gellért, seguido de um tradicional goulash no jantar (Budapeste, Hungria)

63- Visitar o templo nepalense que fica ao lado da casa do Dalai Lama (McLeod Ganj, Índia)

64- Fazer figuração em um filme de Bollywood (Mumbai, Índia)

65- Mergulhar no Ganges (Rishikesh, Índia)

Devoção em Varanasi

66- Ver a devoção dos indianos em Varanasi (Varanasi, Índia)

67- Fuçar pechinchas nos mercados de Portobello ou Camden e/ou gastar todas as economias numa tarde de compras nos arredores de Oxford Street (Londres, Inglaterra)

68- Em uma tarde ensolarada, matar a fome com um pote de cerejas nos banquinhos de Kensington Gardens. (Londres, Inglaterra)

69- Passar uma tarde percorrendo o Southbank Sidewalk, uma espécie de calçadão ao longo do Tâmisa. (Londres, Inglaterra)

70- Tomar uma Guiness perfeitamente tirada em um pub irlandês, de preferência em Temple Bar (Dublin, Irlanda)

71- Assistir a uma corrida de cachorros (e apostar!) no estádio Kingdom Greyhound (Tralee, Irlanda)

72- Morrer de medo à beira do abismo da ilha de Inishmore (Aran Islands, Galway, Irlanda)

73- Comer mozzarella de búfala e pesto fresquinho (Cinque Terre, Itália)

74- Tomar um banho de cultura nos museus florentinos (Florença, Itália)

75- Subir no Duomo de Santa Maria del Fiore, e chorar de emoção com a vista da cidade (Florença, Itália)

76- Comer parmesão e presunto de Parma em seu lugar de origem (Parma, Itália)

77- Impressionar-se com as formas humanas deixadas pela lava do Vesúvio (Pompeia, Itália)

78- Imaginar os gladiadores no Coliseu (Roma, Itália)

79- Perder a noção do tempo percorrendo as vielas de Veneza e visitar a ilha de Murano (Veneza, Itália)

80- Conhecer as edificações mais antigas do mundo (3.600 anos a.C) que ainda estão de pé (ilha de Gozo, Malta)

81- Dar uma relaxada com vista para o mar nos jardins Upper Barraka (La Valletta, Malta)

Vista do Upper Barrakka Gardens, em Malta

82- Acompanhar os rasantes de albatrozes no porto de Essaouira (Essaouira, Marrocos)

83- Ver do alto o vaivém na Praça Jemaa al Fna (Marrakesh, Marrocos)

84- Pular de bungee jump (Queenstown, Nova Zelândia)

85- Pular de pára-quedas e dar de cara com uma lagoa maravilhosa (Taupo, Nova Zelândia)

86- Ver uma eclusa de perto no Canal do Panamá, que separa o Oceano Atlântico do Pacífico (Ciudad Panamá, Panamá)

87- Ver o nascer do sol em Machu Picchu (Machu Picchu, Peru)

88- Visitar Caral, a primeira cidade das Américas (Caral, Peru)

89- Tomar chincha de roja em um restaurante escondido (Monterrey, Peru)

90- Comer os legítimos pastéis de Belém. O resto é pastel de nata (Lisboa, Portugal)

91- Ir do Bairro Alto ao Baixo e vice-versa pelo Ascensor da Bica e visitar o Museu do Azulejo (Lisboa, Portugal)

92- Tomar um fino (chopp) à beira do Douro (Porto, Portugal)

93- Tomar uma ginjinha, licor típico da Estremadura, em um copinho de chocolate (Óbidos, Portugal)

Óbidos: pequena e encantadora

94- Passar uma noite numa casa de burgueses da Idade Média, com a vista do castelo à janela (Cesky Krumlov, República Tcheca)

95- Experimentar todas as deliciosas cervejas da região onde nasceu a pilsen, gastando uma mixaria (Ceske Budejovice, República Tcheca)

96- Passar dois dias inteiros vasculhando cada cantinho do Castelo de Praga (Praga, República Tcheca)

97- Conhecer as chaminés de fada a pé ou desde um balão e dormir numa caverna (Capadócia, Turquia)

98- Tomar uma cerveja Effe em um dos bares que ficam embaixo da ponte Gálata e fazer uma esfoliação no hamman mais antigo do mundo (Istambul, Turquia)

99- Assistir ao pôr-do-sol na Casapueblo (Punta Ballena, Uruguai)

100- Aproveitar as águas calmas da Playa Mansa (Punta del Este, Uruguai)

Clique aqui para imprimir este post.

Personal Trip

About the Author

Depois de três anos morando na Europa, Clarissa foi multada ao voltar ao Brasil. Motivo: excesso de bagagem. Mas não se arrepende. Afinal, eram muitas histórias e dicas para trazer na mala e ela não queria deixar nenhuma para trás.

8 Respostas para “ 100 experiências imperdíveis ”

  1. Comprei um livro, ‘Livro dos Desafios: Um Guia Para Viver Intensamente’,
    que tem bastante coisas sobre viagens e destinos pra conhecer. Bem no
    estilo desta lista. Legal!

  2. Vou dar umas sugestões a essa lista:
    -Ficar de bobeira apreciando o vulcão Ranu Kao (Ilha de Páscoa – Chile).
    -Cruzar o Deserto de atacama de carro (Chile).
    -Ter seu mal de altura curado por um chá de coca no altiplano boliviano e apreciar as lagunas verde, blanca e colorada e o Salar de Uyuni (Bolívia).
    -Andar pela Praça Vermelha (Moscou – Rússia).
    -Dar um rolé nos fiordes noruegueses (Stavanger – Noruega).
    -Ir de Mendoza a Santiago e ver as paisagens a beira da estrada (Argentina e Chile).
    -Assistir a um jogo da holanda na copa, em Amsterdâ (Holanda).

    Tem muito mais! Quando eu lembrar, adiciono a lista!

  3. Aproximar-se ao amanhecer do Mont Saint Michel (Saint-Malô, França) pela estrada de acesso, observando suas formas aparecerem lentamente à medida que as brumas desaparecem.

  4. Bem, eu estive pertinho de onde Napoleão Bonaparte ficou exilado por anos : Ilha de Elba . Entre outros pontos….

    Essas referências são bacanas, interessantes …
    Mas não só lá fora, como aqui mesmo no Brasil, existem outros lugares sensacionais .

    Quero citar por exemplo uma regiao do maranhao que se trata de uma especie de peninsula enorme , com barracas no meio de frente pro mar .

    Aventureiro em Ilha Grande é show também .
    Andar pelos túneis de Mônaco e curtir a altitude …

    Viajar é uma delicia ! rs

  5. Só comida, comida, comida !

  6. Não sei se chego a 100, mas tenho algumas sugestões:
    1. Andar de pedalinho na Praia da Guarda, em Paquetá (Brasil)
    2. Passear pelas ruas de pedra de Colonia del Sacramento (Uruguay)
    3. Visitar a Isla del Sol no meio do Titicaca (Bolívia)
    4. Segurar o queixo e ver a mulherada passear no centro de Rosario (Argentina)
    5. Visitar a casa de Neruda em Isla Negra (Chile)
    6. Tomar uma cerveja cusqueña num bar de Cuzco (Peru)
    7. Visitar as ruínas de Panama la Vieja, destruída pelo pirata Henry Morgan (Panamá)
    8. Pedir um sanduíche com bananas em vez de batatas fritas (Costa Rica)
    9. Almoçar gallopinto e enchilada numa “fritanga”, típico restaurante de garagem de Manágua (Nicarágua)
    10. Ser picado por um mosquito gigante no zoológico que há no meio do Lago Tikal (Guatemala)
    11. “Desayunar” camarão empanado com uma sol às 11h em Puerto Escondido (México)
    12. Hospedar-se na casa de um habanero em Habana Vieja e fumar um puro e tomar um rum com ele (Cuba)
    13. Comer uma chanfana (carne de cabra estufada no vinho) em Coimbra (Portugal)
    14. Comer um entrepà e tomar um cava em Barcelona (Catalunya Terra Lliure)
    15. Ver o pôr-do-sol na Praia do Riazor, na Corunha (Galiza Libre)
    16. Provar os pintxos na Plaza Nueva, em Bilbao, sem perguntar de que são feitos (Euskal Herria)
    17. Comer um cochinillo em Segóvia (Espanha)
    18. Passear na Via del Corso, em Roma, e não comprar porra nenhuma (Itália)
    19. Tomar o petit-déjeuner no marcado de Les Halles, em Biarritz (França)
    20. Comer um gyro em Atenas e reclamar que o churrasquinho de gato do Rio é muito melhor (Grécia)
    21. Provar o melhor queijo de ovelha do mundo em Pag (Croácia)
    22. Tomar uma sopa harira na praça Djema El Fna, em Marrakech (Marrocos)
    23. Comer un schnitzel em um Biergarten de Munique (Alemanha)
    24. Rezar na Mesquita Azul de Istambul (Turquia)
    25. Fartar-se de andar nos simpáticos ônibus amarelinhos de Malta
    26. Visitar a prisão de Kilmainham Jail, em Dublin (Irlanda)
    27. Fazer um Black Cab Tour pelas “duas” Belfast (Free Ulster!)
    28. Almoçar comida da Eritreia em Camden Lock, Londres (UK)
    (…)

  7. Olá Mariana, fique à vontade pra listar as suas 100 melhores experiências. Obrigada pelo clique.

  8. Só coisa de Nerd aff

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>