• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Viagens dos Internautas

Esse é um espaço para quem quiser contribuir com dicas e atualizações de destinos já postados ou inéditos. É só comentar aí embaixo.

22 Respostas para “ Viagens dos Internautas ”

  1. Boa Tarde.
    Para aqueles que gostam de um turismo de aventura, um lugar para descansar e quem sabe aquelas comprinhas…
    Nada melhor do que a Cidade de Foz do Iguaçu. Para começar uma visita nas Cataratas do Iguaçu, lugar inesquecivel e unico, depois um maravilhoso almoço no Restaurante porto canoas, passeio de barco sobre as corredeiras das Cataratas. Uma noite inesquecivel na cidade de los Hermanos, Puerto Iguazu Argentina, com um delicionso Jantar saboreando o tao famoso bife de chorizo, e que tal no outro dia um pulinho em Ciudad del Este Paraguay, para aquelas compras que no Brasil os impostos são abusivos e so la vc pode achar tudo o que precisa com preços tentadores….
    Isso tudo é so um pouquinho do que podem aproveitar nessa Cidade Maravilhosa.
    contate-nos e organizaremos tudo para vc e sua familia.
    http://vdfallsturismo.wix.com/fozdoiguacu
    ou no tel 045-91189781

  2. Olá !

    Eu gostaria de receber a mala direta/ newsletter de vcs.

    Abs

  3. Ola galera!Vi que temos muitos amigos(as)aqui que entendem tudo de viajem.Então vamos la:preciso de dicas para uma viajem economica para a angola (luanda).É meu sonho conhecer este pais,ja que sou metade angolana e gostaria de dicas de quem ja foi ou conhece quem foi e poderia passar tipo,nome de hotel,agencia de viajem,enfim tudo que acharem que venha a calhar para ajudar.Porque afinal de contas toda ajuda é bem vinda.Grande Abraço a todos

  4. Olá Marta,
    Uma boa é fazer uma base em Siena e de lá explorar pequenas cidadezinhas como San Giminiano, Montepulciano e Montalcino.
    Se vc gosta de azeites ou amou o filme sob o sol da Toscana a dica é Cortona.
    Se vc estiver de carro um passeio pela estrada S222 é obrigatória.
    Mais dicas aqui http://asviajantes.com/viagem/de-carro-sob-o-sol-da-toscana
    Beijos

  5. oi , estou indo pra toscana…vou passar 10 dias….o que voce me recomenda…bjos
    obrigada

  6. Marcéli, depende de que tipo de dica você precisa. De hospedagem já não sei se serve porque faz uns sete anos que estive lá. Na época fiquei num lugar chamado Pousada Azul, bem baratinho mas beeem simples (sem água quente e só com ventilador de teto) mas bem próximo da praia. Se estiver procurando dias calmos, evite a alta temporada, que para eles começa em setembro, com a chegada dos ventos. E quando a turma do kyte e do windsurf começa a ‘invadir’ o local. Ajudei?

  7. Oi meninas! Vocês tem dicas de Jericoacoara?

  8. patagonia pra quem que
    ter aventura nao se subestime
    va a patagonia quem nao foi vá nao vai se arrepender

  9. Barra Grande (BA)- Tenho certeza que este lugar está ao lado de São Miguel dos Milagres na categoria paraíso. Estive lá em março de 2009, baixa temporada – época perfeita para se conhecer a vila, já superbadalada e considerada com a Nova Bahia, junto com a Ilha de Boipeba.Barra Grande fica na cidade de Maraú, no sul da Bahia. É banhada pelo mar e pela Baía de Camamu. Para quem gosta de fazer do trajeto uma aventura, recomendo chegar de barco. É 1h30 pelas águas da baía, que tem várias regiões de mangue e lugarejos. Ese foi meu caminho: vindo de Salvador, peguei o ferry boat até Itaparica, de lá um ônibus até Camamu (+ ou – 3h) e depois o barco, já no pôr do sol. Também é possível ir até Itacaré e chegar lá pela BA-001, de terra, mas não intransitável.O grande barato de Barra Grande é a praia de Taipus de Fora, onde há uma barreira de corais que forma uma piscina natural de 1km. Antes de ir, é bom verificar a fase da lua, por com a maré baixa (cheia e nova) é possível nadar pelo coral vendo todos os peixinhos… Outro lugar incrível é a Ponta do Mutá. Não se pode deixar de ver um pôr do sol de lá, dentro do mar. Outro pôr do sol imperdível, regado a uma das melhores caipirinhas do mundo é do bar Maré Alta, vulgo bar do Marc – um francês simpaticíssimo que prepara essa caipirinha fantástica.O lado ruim são os preços. Por estar badalada, a comida em Barra Grande é meio cara. Um açaí pequeno sai por 8 reais… Dá para encontrar bons pratos (PFs) por 15 reais o prato – é a opção mais barata. Para quem quer escolher bem o gasto gastronômico, recomendo o camarão com manga e gengibre do Donana e o Camarão Thai do Macunaíma (bar bacanésimo que fica junto ao píer): camarão com abacaxi, leite de coco e especiarias.Fiquei hospedada na Pousada Ponta da Baleia, que tem todos os requisitos para quem quer aproveitar o lugar, não a pousada: limpa, funcionários simpáticos, confortável na medida (ar, frigobar)e café delicioso, servido em um bar ao lado. Outra legal de preço médio é a Capitão Gancho. Quando voltar lá será parada certa.
    +1

  10. Belo Blog, gostei e passarei a acompanhar…

    Ainda não tenho experiências internacionais, por isso, sugiro irem ao Pico da Bandeira (MG e ES) a vista é sensacional é relativamente perto do Rio. Lá faz um frio de doer, chega a fazer temperaturas negativas, a subida é doida para quem não está acostumado mas também não é nenhum bixo de sete cabeças…

    OBS: É só para quem gosta de natureza.

    Beijos e abraços,
    Igor.

  11. Bom, acabo de me interar do blog e do perfil no Twitter, gostei muito, e a proposta é muito boa! Eu fui Erasmus (progarama de intercâmbio europeu) em Sevilla, na España, e acabo de chegar no Brasil. Aproveitei muito de tudo, deu pra eu viajar bastante. Conheci muitos lugares, seja de avião, de trem ou de carro mesmo. Tenho um blog que atualizava a cada viagem ou a cada momento diferente que eu vivia. Ficou bem bacana, de uma forma simples, mostrei como é morar fora. Deem uma olhada se tiverem interesse: http://www.elaprotagoniza.blogspot.com … espero que gostem!
    abraços!

    Luise

  12. Barra Grande (BA)- Tenho certeza que este lugar está ao lado de São Miguel dos Milagres na categoria paraíso. Estive lá em março de 2009, baixa temporada – época perfeita para se conhecer a vila, já superbadalada e considerada com a Nova Bahia, junto com a Ilha de Boipeba.
    Barra Grande fica na cidade de Maraú, no sul da Bahia. É banhada pelo mar e pela Baía de Camamu. Para quem gosta de fazer do trajeto uma aventura, recomendo chegar de barco. É 1h30 pelas águas da baía, que tem várias regiões de mangue e lugarejos. Ese foi meu caminho: vindo de Salvador, peguei o ferry boat até Itaparica, de lá um ônibus até Camamu (+ ou – 3h) e depois o barco, já no pôr do sol. Também é possível ir até Itacaré e chegar lá pela BA-001, de terra, mas não intransitável.
    O grande barato de Barra Grande é a praia de Taipus de Fora, onde há uma barreira de corais que forma uma piscina natural de 1km. Antes de ir, é bom verificar a fase da lua, por com a maré baixa (cheia e nova) é possível nadar pelo coral vendo todos os peixinhos… Outro lugar incrível é a Ponta do Mutá. Não se pode deixar de ver um pôr do sol de lá, dentro do mar. Outro pôr do sol imperdível, regado a uma das melhores caipirinhas do mundo é do bar Maré Alta, vulgo bar do Marc – um francês simpaticíssimo que prepara essa caipirinha fantástica.
    O lado ruim são os preços. Por estar badalada, a comida em Barra Grande é meio cara. Um açaí pequeno sai por 8 reais… Dá para encontrar bons pratos (PFs) por 15 reais o prato – é a opção mais barata. Para quem quer escolher bem o gasto gastronômico, recomendo o camarão com manga e gengibre do Donana e o Camarão Thai do Macunaíma (bar bacanésimo que fica junto ao píer): camarão com abacaxi, leite de coco e especiarias.
    Fiquei hospedada na Pousada Ponta da Baleia, que tem todos os requisitos para quem quer aproveitar o lugar, não a pousada: limpa, funcionários simpáticos, confortável na medida (ar, frigobar)e café delicioso, servido em um bar ao lado. Outra legal de preço médio é a Capitão Gancho. Quando voltar lá será parada certa.

  13. Quando fui à Cidade do México, fiquei hospedada no bairro de Santa Fé, bem residencial, mas um pouco longe do centro. Mas para quem curte gatronomia, Polanco abriga os melhores restaurantes da cidade. Se a ideia é, no entanto, provar a original comida mexicana, El Favorito é uma rede presente em cada esquina.

    Para se locomover, taxi é um pouco caro. O ideal um taxi de ‘sitio’, como eles chamam os de cooperativa. Mesmo assim, é preciso ficar de olho no taxímetro, eles mudam o valor da tarifa na cara de pau.

    Entre as dicas há pelo menos quatro importantes: 1. Domingo, todos os pontos turistos são de graças, mas, por isso, ficam lotados; 2. O Real vale cerca de 7 vezes mais do que a moeda local. Aproveite para fazer compras; 3. Leve protetor solar, água e boné (são mais de 2 mil metros de altitude); 4. Você vai ver umas bolas verdes pintadas no chão em todo lugar. Elas indicam que ali é um lugar seguro em caso de terremotos.

    Entre os lugares que ninguém pode deixar de visitar estão:
    – Teotihuacán: É lá que ficam as pirâmides da lua de do sol. O melhor acesso é o da 5ª entrada, mais perto dos monumentos e, prepare-se: são muuuitas escadas pra subir.

    – Museu de Antropologia: Para quem curte museu, indico ir com tempo, o museu é lindo e o seu acervo é enorme. Ele fica no Bosque de Chapultepec, que também vale umas horas reservadas só pro parque.

    – Zocalo: Catedral metropolitana, templo mayor, palácio nacional e para ter a vista toda da cidade subir a torre latinoamericana.

  14. Fiquei em Barça num albergue que nem da pra chamar de albergue pq não tem quartos pra mais de 2 pessoas.. mas tb não é hotel. Enfim… valeu muito a pena, pois é muito muito mais barato que hotel, fica a 150m da Praça Catalunha e é super aconchegante… Tudo novinho, cheio de estilo… taí o link: http://www.chicandbasic.com/esp/hostal_tallers_barcelona/

  15. Olha, acho q escrevi uma dica no lugar errado kkk Bem, pra se hospedar barato, vale pesquisar as “guest house”, principalmente se estiver em casal ou grupo. Em alguns países os albergues são ruins e caros. Vale verificar. Vcs podem comparar os preços no http://www.hostelworld.com q é seguro e tem todas as opções de hospedagem.

    E pra quem gosta de entender a cidade q visita sugiro o http://www.neweuropetours.eu , está presente em várias cidades. Tem um tour geral sobre a cidade e é gratuito!!! No final, vc, se quiser, paga um valor q decidir ao guia. E, acreditem, vc paga com prazer. Eles são sempre jovens, educados, bem humorados e inteligentes! Ah, esqueçam o português. Essa língua, na Europa, só existe em Portugal e olhe lá kkkk Mas tem sempre em espanhol.

    Se gostar muito, tem outras opções pagas, com temas específicos, eu fiz o do red ligth em Amsterdam e não me arrependo! Aliás, me arrependo de não ter feito o do 3º Reich em Berlim 🙁

  16. Amigos,
    Se quiserem ir para Cuba e ver (um pouco) como é a vida de um cubano, fiquem em casa particular, e não em hotel.
    Eu extrapolei. Fiquei na casa de um amigo. Não tinha chuveiro nem descarga. E pasta de dente era artigo de luxo. Deixei metade da minha mala por lá: sabonete, cremes, sapatos, blusas e até secador de cabelo.

    Ah, não esqueçam de andar com um rolo de papel higiênico dentro da bolsa.

    Quem quiser alguma ajuda sobre a ilha de Fidel, peça meu e-mail a uma das viajantes queridas.

  17. Adorei o texto sobre essas lindas praias que o Rio tem na região dos lagos!
    Sou carioca e adoro Búzios, Cabo Frio e Arraial! Como vocês falaram é sempre melhor fora da alta temporada!
    Búzios é ums delícia!
    As minhas prais prefiridas sem dúvida são as de Arraial! A cor da água azul turqueza é maravilhosa! Por isso que chamam de Caribe do Brasil!
    Vale a pena passar um dia nas prais de Arraial, de prefrência nas prainhas do Pontal que foram um dos locais mais bonitos que eu já conheci!
    E pra quem quer fazer um mergulhinho de apinéia apenas, o canto direito da Prainha é um espetáculo, as tartarugas chegam pertinho de você! Mas é claro faça os mergulhos com consciência e sem levar nada pra casa com você! Preserve a natureza!!
    Valeu Meninas!

  18. eu to em londres na inglaterra e vou ficar 1 mes no brasil e como voce gosta de viajar ,,poderia viajar comigo pelo brasil e me levar a conhecer lugares maravilhosos,voce disse que sempre viaja sozinha,,se viajar comigo vai gostar pois sou divertido e aprecio pessoas que gosta de curtir viagens e o bom da vida,,salute

  19. Eu amo e sempre viajo sozinha. Agora estou na California. As dicas de voces sao perfeitas. Leio sempre tudinho. Uma coisa complicada de viajar so, sao as fotos, pois se quero aparecer em algumas e sempre a mesma coisa, agora vou seguir a dica e procurar outros angulos, rsrsrs. Viajei alguns trechos pela California de trem e fiquei maravilhada. Recomendo com conviccao.

  20. É impossível não se apaixonar por Lisboa! Quem for ao Parque Eduardo não pode perder a estufa com várias espécies de plantas exóticas! No Oriente, vale uma passada no sensacional Pavilhão do Conhecimento! É muito fixe! No Chiado, a livraria Bertrand desde 1732 é a melhor opção para mergulhar na literatura lusa!
    Viva Portugal!

  21. Quer fazer um passeio diferente na Itália? Em Veneza, pegue um vaporetto, salte no último ponto (LIDO), alugue uma bike e percorra as ruazinhas do Lido. É uma das áreas mais agradáveis da cidade. Aprecie as mansões e aproveite pra dar um pulo na praia! E por falar em bike, essa é pra quem quer conhecer a região de Chianti de um jeito diferente: um tour de bike pelas famosas vinícolas, com direito a parada num Castelo com degustação de vinho e azeite. E nem precisa ter preparo físico não, a maior parte do caminho é de deliciosas descidas! O passeio dura o dia todo, com almoço incluído, e custa 60 euros. A saída é de Florença. Reserve com pelo menos 2 dias de antecedência em http://www.tuscany-biketours.com. São no máximo 20 pessoas por dia, só gente jovem. Os guias são irlandeses e escoceses, sinal de diversão garantida!

  22. Acabei de volta de San Sebastian, passei 4 dias com o meu marido. M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!!!! Volte apaixonada…

    bem, escrevo para dar uma dica: o camping igueldo (www.campingigueldo.com) de San Sebastian. Quando o meu marido começou a ver os preços por lá quase desanimamos, mas como estávamos em plena temporada de promoçoes pela europa, compramos a barraca, o colchão infável e mais alguns gadgets e lá fomos nós (eu, desconfiada, o maridão superanimado por relembrar a adolescência, eu acho..). Acampar na Europa é uma experiência fantástica. o camping é super astral, têm todos os tipos de pessoas e o melhor, fica baratinho, dá para investir no que realmente vale a pena: comidinhas, claro!

    Um abraço!

    Julia

    ps: cheguei aqui através do sobressalto

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>