• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Onde se hospedar no Rio de Janeiro

Copa: bairro preferido entre os turistas

Está vindo para o Rio de Janeiro e não sabe onde se hospedar? Já que somos cariocas e viajantes, resolvemos dar uma forcinha e ajudá-lo a escolher seu hotel no Rio de Janeiro. A gente concentra as atenções na Zona Sul da cidade, onde os acessos são mais fáceis, os deslocamentos idem e as opções são mais diversificadas. Confira no panorama abaixo qual bairro tem mais a ver com seu perfil de viajante.

Botafogo – Injustamente chamado de ‘bairro de passagem’, Botafogo tem dezenas de motivos para você parar por lá. Quer cinema? Lá tem, de rede multiplex a espaços para filmes de arte. Quer teatro? Lá tem também o Teatro Poeira, casa pilotada por Marieta Severo e Andrea Beltrão. Quer facilidade de comércio? De supermercado a lojinhas cool de rua, o bairro oferece tudo. Está em busca de bares despretensiosos? Lá você vai encontrar. Some a isso o fato de Botafogo estar ao lado de Copacabana, ter metrô e uma das mais fartas ofertas de ônibus da Zona Sul e, bom, acho que já deu para entender um pouco do bairro.
O que é legal: A facilidade de acesso.
O que não é tão legal: À noite algumas áreas podem parecer inseguras.
Bom para: Famílias e jovens viajantes

Copacabana – O bairro mais famoso do Rio de Janeiro pode ter perdido a realeza, mas não o charme. Copacabana ainda é a área que mais concentra turistas estrangeiros – estejam eles hospedados nos hotéis da orla ou somente passeando pelo calçadão. Um movimento interessante de restauranteurs – muitos europeus – abrindo bares, padarias e restaurantes por ali vem trazendo de volta um pouco do glamour da Princesinha do Mar. O transporte é fácil e a posição é estratégica para quem quer explorar outras praias e o Centro do Rio, por exemplo.
O que é legal: A orla é segura a qualquer hora do dia.
O que não é legal: O bairro ainda é muito procurado por quem faz turismo sexual.
Bom para: Famílias de viajantes

O charmoso Leblon não é para qualquer bolso

Leblon – O bairro mais caro do Rio de Janeiro é o que tem a maior concentração de bares e restaurantes badalados. Como o bairro é pequeno, praticamente em qualquer localização você estará a uma curta distância a pé da praia, de bons bares e de um comério marcado por lojas bacanas. A praia é uma das mais tranquilas da Zona Sul, com uma concentração relativamente mais baixa de ambulantes.  Também fica pertinho do Jardim Botânico, da Lagoa e do Baixo Gávea, o point da juventude dourada e boêmia da cidade.
O que é legal: A Dias Ferreira e suas dezenas de restaurantes recomendados.
O que não é tão legal: O bairro não tem metrô, o que pode difcultar a vida do viajante independente.
Bom para: Famílias e jovens viajantes sem restrições de orçamento

Ipanema – É o bairro mais gay friendly do Rio de Janeiro – isso levando em conta que a cidade já foi eleita o melhor destino gay do mundo. Ipanema é o bairro que lança as tendências, é onde abre o restaurante que vai virar mania na cidade, onde se vê primeiro as modinhas de cada verão. Também fica em Ipanema um dos centros culturais mais legais da cidade, o Oi Futuro, que oferece semanalmente shows de novos artistas.
O que é legal: Estar no lugar onde tudo acontece
O que não é tão legal: Pode ser meio tumultuado, especialmente a orla do bairro.
Bom para: Famílias e jovens viajantes

Lapa: para boêmios

Lapa – Historicamente bairro boêmio, a Lapa vem passando por um longo período de revitalização que começou no início dos anos 2000. Não importa se você gosta de samba, rock, forró, eletrônico ou brega: na Lapa você vai encontrar um lugar para chamar de seu. A Lapa também tem diversão para todos os bolsos e só ficar andando pelas ruas fechadas para pedestres nas noites de sexta e sábado vai fazer você conhecer um bocado da ‘fauna’ noturna carioca.
O que é legal: Todo mundo tem seu lugar na Lapa.
O que não é legal: As opções de programas diurnos são restritas.
Bom para: Viajantes jovens e que curtam a noitada

Santa Teresa – Fica na região central da cidade e proporciona aquelas vistas de cartão postal, sabe? Santa (para os íntimos) também tem a boemia como ponto forte e ficam lá alguns dos bares e restaurantes mais legais da cidade. É um bairro que faz você se sentir em casa, sabe? As ladeiras de Santa Teresa, a alta concentração de artistas no bairro e seu charme bucólico renderam ao bairro o apelido de Montmartre carioca, numa referência ao bairro artístico parisiense e ao fato de ser o lugar preferidos dos franceses que vêm para o Rio.
O que é legal: O clima de cidade do interior.
O que não é legal: A dificuldade de transporte.
Bom para: Viajantes que não fazem questão de ficar no burburinho

Palácio do Catete: uma das atrações desse bairro histórico

Catete – O Catete já foi um dos bairros mais importantes do Rio de Janeiro, quando a cidade era a capital da República. Fica no bairro o palácio em que morou – e se suicidou – o presidente Getúlio Vargas. Hoje o bairro perdeu a importância e tem ares meio decadentes. Ainda assim, como fica ali no burburinho da Zona Sul, concentra um bom número de turistas jovens (quase sempre estrangeiros) atraídos pela oferta de hostels com preços mais camaradas. O bairro não é dos mais convidativos para um passeio noturno, mas não se pode dizer que é perigoso. Além disso, sua posição central somada à facilidade de transporte (tem metrô e boa oferta de ônibus) faz dele uma opção a se considerar na hora de escolher sua hospedagem no Rio.
O que é legal: É coladinho no Centro e no Aterro, uma das paisagens mais bonitas da cidade.
O que não é tão legal: A alta concentração de moradores de rua.
Bom para: Viajantes que querem experimentar a cidade como um morador

*Post patrocinado

Personal Trip

About the Author

Flávia tem viagens planejadas para os próximos cinco anos, pelo menos. Só tem um porém: todas precisam de uma parada em Paris.

3 Respostas para “ Onde se hospedar no Rio de Janeiro ”

  1. Rafael e Aline, eu não recomendo vir para o Rio em janeiro sem reservas.
    De qq forma, o site que usamos para buscar hospedagem nas nossas férias é esse: http://www.booking.com
    Como somos moradoras, não temos um estabelecimento para indicar.
    Boa sorte na busca e boa estada!

  2. Olá,Bom essa é a primeira vez que vamos ao Rio, queremos conhecer as praias mais famosas ir no Cristo Redentor e no Pão de açucar, vamos desembarcar no aeroporto Santos Dumont e iremos com pouco dinheiro. Qual lugar seria ideal pra nos instalar durante esses dias? Não temos nem idéia do hotel nem nada , Precisamos de uma dica…..Desde já Agradecemos
    Rafael e Aline 😉

  3. Quando fui ao Rio me hospedei na Lapa. Me deram péssimas informações, mas amei o bairro.

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>