• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Füssen, a cidade que saiu de um conto de fadas

A vista sensacional

Füssen é uma cidade de conto de fadas. Como se não bastasse ter uma vista privilegiada dos Alpes suíços e casas que mais parecem de bonecas, o lugarejo abriga dois dos mais importantes castelos construídos no século XIX: Hohenschwangau e Neuschwanstein.

Schloss Hohenschwangau, o primeiro castelo

Schloss Hohenschwangau (schloss é castelo em alemão) foi construído no século XIX pelo Rei Maximilian II da Bavaria para seu filho, Ludwig II da Bavaria, futuro dono do trono. A construção, que terminou em 1837, tem estilo neogótico a pedido do rei. No tour que se faz pelo castelo – todo explicado através de um audioguia obrigatório (logo abaixo dou todos os detalhes de como funciona) – o visitante conhece a conturbada história da família real enquanto passeia pelos vários aposentos, entre salas, salas de jantar e quartos. Todos os cômodos são muito luxuosos e com aparência de intocados até hoje. É uma visita impressionante.

Mas o ponto alto do passeio é schloss Neuschwanstein. Ele foi erguido em 1864 pelo então Rei Ludwig II da Bavaria, logo após a morte de seu pai. A construção do castelo foi um impulso já que Ludwig nunca se casou e toda a família continuou morando no antigo castelo. Neuschwanstein ficou pronto em 1869 e de sua janela é possível ver Hohenschwangau. É de cair o queixo… Se Hohenschwangau já é impressionante, Neuschwanstein é indescritível. São paredes cobertas de ouro, louças e mais louças, afrescos de autoria dos pintores mais famosos da época. Só vendo mesmo!

E a construção é tão impressionante que foi inspirado no Neuschwanstein que Walt Disney construiu o Castelo da Cinderela que hoje habita o Magic Kingdom, em Orlando, na Flórida.

Organizando o passeio…

Localizada na Bavaria, Füssen fica a 100 quilômetros (cerca de duas horas de trem) de Munique (clique aqui para ler os posts que falam da cidade) e é uma day trip obrigatória para quem está visitando aquela região da Alemanha. É tudo muito fácil!

com Neuschwanstein ao fundo

Acorde cedo para a aproveitar o dia e siga para a estação de trem de Hauptbhanhof. Mesmo se você não fala alemão (meu caso), dá pra comprar o ticket em uma das máquinas sem problemas pois há vários trens que partem para Füssen. No próprio albergue ou hotel, você pode consultar os horários de saída dos trens, essa é realmente uma day trip bastante comum.

Peguei o trem das 9h51, fiz baldeação em Buchloe (é só dar meia volta e entrar em outro trem) e cheguei a Füssen às 11h55 – é bom levar um lanchinho e água pois o trem não tem vagão restaurante. A viagem é tranquila, e a paisagem é uma das mais bonitas que já vi na vida. Chegando lá, siga o fluxo para pegar o ônibus que o deixará na entrada do ‘complexo’ que reúne os dois castelos. Outra dica: anote os horários dos ônibus da volta, pois eles não são muito frequentes e você não corre o risco de perder seu trem.

Como a cidade sobrevive do turismo, tudo é muito organizado e fácil, cheio de placas para o turista não ter com o que se preocupar. A poucos metros de onde você salta do ônibus fica o guichê que vende os tickets para os dois castelos. A passagem de trem custa cerca de 20 euros (e dá direito à volta, se ela for no mesmo dia), já os tickets dos castelos eu não tenho tenho como informar pois entrei aproveitei minha carteira de jornalista e não paguei. 🙂

As visitas são agendadas no momento em que você compra os ingressos e o tour começa obrigatoriamente por Hohenschwangau. É neste mesmo guichê que você escolhe a língua em que prefere o audioguia, item obrigatório do passeio. Uma boa notícia para os brasileiros: eles oferecem a visita guiada em português!

Rei Ludwig não era bobo... Ficava de olho no resto da família pela janela. 🙂

Entre um tour e outro você terá cerca de duas horas pra comer, fazer comprinhas e chegar a Neuschwanstein. Não se descuide do relógio pois o castelo é um pouco distante e você não pode se atrasar. Ah, é bom avisar que, como não há muitas opções de locais para comer, nada é muito barato… Você pode chegar a Neuschwanstein de três maneiras: ônibus, a pé ou de charrete (para entrar de vez no espírito conto de fadas do lugar). Eu fui a pé mesmo e quase me arrependo pois a subida não é fácil e o tempo é curto.

No mais, renda-se ao luxo e aos caprichos do Rei Ludwig II e bom passeio!

Aproveite e leia aqui os posts que falam de outros destinos na Alemanha.

Clique aqui para imprimir esse post.

Siga as Viajantes no twitter.

Personal Trip

About the Author

Pelo Brasil ou exterior. Sozinha ou acompanhada. O negócio é botar o pé na estrada. Tem coisa melhor?

23 Respostas para “ Füssen, a cidade que saiu de um conto de fadas ”

  1. Olá Isabella, adorei as dicas! Chegando a Füssen, queremos conhecer os dois castelos, do mesmo jeito que você fez. Estamos de carro, então reservas de trem não serão um problema.
    Só estou preocupado com o tour pelos castelos, será que tem como fazer a reserva antecipadamente? Tenho medo de chegar na bilheteria e não tiver mais espaço no grupo.
    Obrigado

  2. Olá Christiane,

    Ótimas suas dicas, muito obrigada! 🙂

    Abs,
    Isabella

  3. Oiê!!!!
    Estivemos em Füssen no inverno de 2012 e simplesmente amamos o lugar… Ficamos três dias lá e sinceramente, foi um dos melhores hotéis da Alemanha… hehehe
    O povo é super hospitaleiro e amabilissimos. Além dos castelos, há uma estação de esqui que é tudibom… Zugspitze! Ideal para quem quer se aventurar a esquiar ou não! (o meu caso!)
    Tem também uma cidadezinha nos arredores de Zugspitze que se chama Garmisch-Partenkirchen e pertence à “rota romântica” da Alemanha.
    Ainda em Füssen, há o muito o que explorar à pé…

  4. Oi Célia, tudo bem?

    Vários museus da Europa dão bons descontos (ou até a entrada franca) a jornalistas. Vale sempre perguntar! Eu apresentei a carteira do sindicato de jornalistas do Rio de Janeiro mas às vezes outro tipo de identificação vale. 🙂
    Boa viagem!

    Abraços,
    Isabella

  5. Olá Viajantes.Lendo o post de vcs, percebi que vc usou a carteira de jornalista para entrar no castelo. Vc usou a carteira para entrar em outros locais na Europa, tipo museus etc? Estarei por essas paragens em junho próximo. Se puder me responder?brigada

  6. Oi Humberto!

    Ficamos muito felizes que nossas dicas tenham ajudado e que você tenha voltado para compartilhar sua experiência com a gente e outros viajantes.

    Abraços

    As Viajantes

  7. Olá!
    Como prometido, volto para contar como foi a viagem. Tudo correu perfeitamente bem. Como vocês, eu também peguei o trem na Hauptbahnhof de Munique. Também fiz uma baldeação, mas foi em Kaufbeuren. Estou muito bem impressionado com a organização dos transportes da Alemanha, e com toda a estrutura deles para receber o turista. Valeu a pena ficar três dias em Füssen, pois a cidade é uma ótima base não só para visitar os castelos, mas também para conhecer outras cidadezinhas pitorescas da Baviera e do Tirol. Excelente passeio, recomendo a todos. Mais uma vez agradeço pelas dicas deste site!
    Abraços!
    Humberto

  8. Oi,

    Como será inverno, imagino que vocês consigam facilmente os tickets de trem para qualquer horário. Aproveitem o passeio, é lindo! 🙂

    Abraços,
    Isabella

  9. Olá Isabella,
    Muito obrigado pela dica!
    Muito bom também o post sobre trens na alemanha, bem informativo.
    Vamos na última semana de janeiro. Pode deixar que na volta eu conto como foi.
    Mais uma vez, parabéns pelo excelente site! Os textos todos têm sido uma leitura bem agradável.
    Um abraço!
    Humberto

  10. Oi Humberto,

    Obrigada, que bom que gostou do texto! 🙂

    Em que mês vocês vão? Mesmo em alta temporada eu não acho necessário comprar o ticket de trem para Füssen com antecedência. Há muitas opções de horários, começando por volta de 6h, 7h, se não me engano. Você pode garanti-lo quando chegar em Munique. Só observe pois há viagens com baldeação (coisa rápida) e outras diretas. Mas a diferença não é muita em termos de tempo de viagem. Eu fiz o trajeto com baldeação por causa do horário.

    O importante é apreciar a paisagem, que é linda! 🙂

    Nós temos um post só sobre viajar de trem pela Alemanha, pode te ajudar também: http://asviajantes.com/viagem/andando-e-economizando-de-trem-pela-alemanha

    Boa viagem e volte pra nos contar depois!
    Abraços,
    Isabella

  11. Olá Isabella,
    Para começar, quero dar os parabéns a você pelo belo texto sobre Füssen, e a toda a equipe deste site excelente!
    Gostaria de pedir uma dica: Eu e minha esposa vamos fazer um passeio por Munique e Füssen. Reservamos um hotel em Füssen, e pretendemos ir para lá assim que desembarcarmos em Munique. Você acha que devemos comprar desde já as passagens de trem, ou podemos comprá-las quando chegarmos à estação? Tenho medo de chegar a Munique e descobrir que não há mais lugares no trem, mas também fico com medo de comprar as passagens com antecedência, pois o vôo pode atrasar e nós podemos perder o trem. O que você aconselha?
    Um abraço!

  12. Oi Rosana, que bom que colaboramos com a sua viagem.
    Divirtam-se!
    Abraços das Viajantes

  13. Muito bacana sua dica ! Estamos em Munique e iremos amanha cedo pra Fussen.. por conta de suas dicas ! Abraços

  14. Oi Ana, muito obrigada! Que bom que gostou. 🙂

    Um abraço,
    Isabella

  15. Muito legal esse seu post!! Tá de parabéns!! Auxilia um tanto!!

  16. Visitei Fussen final de novembro passado, agora postei a cidade no google só para matar saudade, apesar de ter tirado mais de 200 fotos e vi teu comentário. Realmente é muito lindo, me encantei demais, fizemos todo trajeto a pé até o Castelo, apesar de ter-mos alugado um carro em Berlim e ido até Munique e Fussen(muito elevado, não recomendo), visitamos também Londres, Paris, Florença e Roma, todos estes lugares nos deslocamos de trem, esta cidade não deixou de sair dos meus pensamentos….
    Pegamos o final do Outono, já começando a surgir as primeiras nevoas. Tem uma lojinha de relógios de Cucus que é um encanto. Não deu para levar, pois com certeza quebraria na viagem de volta….
    Abraços

  17. como assim, tenho que marcar um horario antes de ir?
    beijos e obrigada 🙂

  18. Oi Caroline,

    Füssen é bem pequenina e tudo gira e torno dos castelos. Eu não me lembro exatamente o que dizia o ônibus, mas todo mundo faz esse caminho. Se você estiver insegura, é só perguntar a alguém na estação de trem. Mas não tem erro! 🙂
    A volta é ainda mais fácil.
    Eu fui apenas aos castelos mesmo, mas a cidade é toda bonitinha, se você chegar beeem cedo talvez dê tempo de dar uma voltinha… Mas as visitas aos castelos têm horários marcados, não se esqueça disso.
    Boa viagem!
    Beijos

  19. ola, estou indo para Bronnen, uma cidade perto de Ulm, ali no sul da Alemanha, e pretendo ir a Füssen um dia para fazer essa visita. Como você fez a partir da estação de trem para ir ate os castelos, é facil achar esse ônibus que você falou? Pq como eu vou num dia da semana, e em baixa temporada, tenho receio de não encontrar esse “fluxo” ate o onibus hahahah 🙂 e tem mais alguma coisa pra olhar alem dos castelos? tipo ao redor da estaçao, ou algo assim…
    Obrigada, beijos 🙂

  20. Oi Fabi,

    eu realmente não acho que vale a pena dormir em Füssen… A cidade é muuuiiito pequenina e só me lembro dos castelos para visitar. Pode parecer que o dia ficará muito corrido para ir e voltar no mesmo dia, mas saindo cedo de Munique dá tempo para fazer tudo! 🙂
    Se não me engano peguei o trem de 8h30 ou 9h e voltei por volta de 17h.
    Além da cidade ser uma graça, a viagem de trem é lindíssima!

    Que bom que gostou do blog, volte sempre!

    Um abraço,
    Isabella

  21. Isabella, vc acha que vale dormir uma noite e aproveitar mais um dia em Fussen? Além dos castelos tem algo a mais que faça valer a pena mais uma noite?
    Parabéns pelo blog. Adorei as informações.
    beijos

  22. Oi Vanessa!

    que ótimo, vá sim! O passeio vale muito a pena, a cidade é lindíssima!! 🙂

    Boa viagem e depois conte sua experiência pra gente.
    Isabella

  23. Oi Isabella

    To indo com o namorado para Austria e iremos ficar 4 dias em munique e claro iremos a Fussen… seu blog esta nos ajudando muito com as dicas.
    Bjks

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>