• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Visconde de Mauá: uma viagem de charme e alma hippie

Mauá vista do alto. Foto: www.ideias.org.br

Bem na divisa do Rio de Janeiro com Minas Gerais, mas também bem perto do Estado de São Paulo, Visconde de Mauá é um dos poucos lugares onde roteiro de charme e um jeito bicho-grilo de ser convivem em harmonia.

A cidade foi ‘descoberta’ pelos hippies nos anos 70 e, dizem os puristas, tem conseguido se preservar graças à precariedade da estrada de terra da serrinha que leva até lá.

Veja outras dicas de Mauá aqui!

Estrada em asfaltamento – E abril de 2010 o governo do estado começou a obra de asfaltamento da serrinha, o que vai facilitar um bocado o acesso – para temor dos puristas.

Visconde de Mauá é basicamente dividida entre as vilas de Mauá (por onde se chega); Maringá (mezzo Rio, mezzo Minas), onde ficam os bons restaurantes, e Maromba, onde o espírito hippie ainda domina. Pense nisso quando for escolher sua hospedagem. A maior parte das pousadas mais charmosas está em Maringá.

Cachoeiras e clima de interior – O grande barato do lugar é o clima de interior, somado ao frio da serra, às belas cachoeiras e a um cenário gastronômico que só faz melhorar. Trutas, fondues e pinhão – este em maio – são as estrelas ‘gourmet’ do lugar.

Cachoeira do Escorrega

Cachoeira do Escorrega. Foto: viscondedemaua.com.br

De modo geral, o clima em Mauá é de interior. Não há bancos, por exemplo, e o único posto de gasolina da região fecha todo dia às 19h. Mas num feriadão uma multidão de apaixonados por caminhadas e trilhas pode dar uma tumultuada no lugar.

Onde mergulhar – O roteiro básico das cachoeiras deve incluir uma visita ao Escorrega (o nome já diz tudo, né?) e uma trilha pelo Vale do Alcantilado com suas nove quedas d’água – nem todas para mergulhar, é bom frisar.

A Santa Clara tem um poço disputado, a Toca da Raposa tem uma formação natural perfeita para crianças e o Poço do Marimbondo é naturalmente reservado, já que é preciso caminhar três horas numa trilha íngreme para chegar lá. Para conhecer tudo, o ideal é estar de carro.

Perto de Mauá, conheça Penedo

Onde comer – Em termos gastronômicos, Mauá tem três grandes atrações: o Rosmarinus Officinalis, que produz tudo o que consome; o Gosto com Gosto, que leva a fama de ter a melhor cozinha mineira do país (embora fique na parte fluminense de Maringá), o mais recente Babel, num clima mais sofisticado e intimista.

Serrinha de Mauá

A serrinha, chegada a Mauá. Foto: viscondedemaua.com.br

A cidade é daqueles lugares onde um fim de semana é capaz de deixar as energias renovadas, já que o clima, é de descanso com pouquíssima badalação. Quem vai em maio pode se fartar no festival de pinhão que toma conta da cidade. Quem vai em época de festas juninas pode voltar no tempo numa quermesse no lado mineiro de Maringá, embalado na cachaça com mel.

Para todos – Mas o bacana de Mauá é o espírito ‘tem para todo mundo‘. Mesmo quem acha que viagem é sinônimo de compras vai se encontar por lá. Para os gourmets, a truta da região é imbatível, o queijo de cabra é bastante elogiado e o mel puro é fácil de se encontrar.

Para quem curte comprinhas, Las Casitas é uma parada obrigatória. É a loja de uma latina, cuja nacionalidade não consigo especificar, que faz fofíssimas casinhas de cerâmica que são difusores de odores. E como cachoeiras e clima de interior são sempre bem-vindos, Mauá é daqueles lugares para se voltar sempre.

Imprima esse post para levar com você aqui.

Siga As Viajantes no Twitter.

Personal Trip

About the Author

Flávia tem viagens planejadas para os próximos cinco anos, pelo menos. Só tem um porém: todas precisam de uma parada em Paris.

2 Respostas para “ Visconde de Mauá: uma viagem de charme e alma hippie ”

  1. Oi Eliene, que bom saber que o blog tem le ajudado. Com relação a campings, eu não tenho nenhuma indicação porque nunca acampei na vida (tsc tsc tsc). Já sobre preços, o que eu sei te dizer é que os restaurantes da Maromba e Maringá do Rio são mais baratos que os de Maringá de Minas.
    Espero ter ajudado.
    Boa viagem!
    Abraços

  2. Olá Flavia, eu e meu esposo estamos nos organizando para passar o carnaval em Visconde de Mauá, nossa paixão é camping, e iremos de carro, gostaria de obter mais algumas dicas, quanto a áreas de camping, valores de restaurantes, enfim qualquer detalhe que possa ter ficado de fora de sua postagem e que com certeza nos será bastante útil.

    Há quero mencionar que adoro o blog de vocês e que ele tem sido meu guia online.parabéns

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>