• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Boemia Carioca: chope e quitutes na badalada Zona Sul do Rio

bar urca empada

Clássica empada do Bar Urca (Foto: Divulgação)

É fato que a grande maioria dos turistas que vêm ao Rio ficam hospedados na Zona Sul. Quem não fica lá pelo menos vai à região para conhecer Copacabana e visitar o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor. Então, este terceiro post da série sobre botecos cariocas é para aproveitar e provar as delícias dessa área que é a mais badalada da cidade.

Para facilitar, dividimos o Rio em regiões para que pelo menos um esteja no seu roteiro. Aí, vamos publicando ao longo das próximas semanas. Mas antes da lista, tem uma coisa que é triste de um carioca admitir, mas que o turista precisa ser avisado: é comum garçons serem mal-humorados e não muito prestativos, alguns até ganham fama pelo ‘personagem’.  Ah, outra coisa:  aqui a Lei Seca funciona e as blitzes são constantes. Então, nada de beber e dirigir.

Leia também:

Boemia carioca: aventure-se pelos botecos da Zona Norte do Rio 

Boemia Carioca: listamos bares clássicos do Centro e Santa Teresa

Boemia Carioca: os bares clássicos que viraram redes de botecos

Adega Pérola –  Para quem gosta de variedade não existe lugar melhor no Rio de Janeiro do que esse boteco em Copacabana. Dá para ter uma algo como cinquenta rodadas e ainda assim não repetir um único petisco. Com um cardápio tão variado e gostoso é até injustiça indicar algum, o melhor é lá e escolher. E essa parte não é difícil já todas as as opções estão dispostas no balcão. A grande maioria é acepipes ou petiscos em conserva. Pra completar o charme, há grandes mesas no estilo refeitório que são dividas por clientes que, não raramente, acabam amigos no fim da noite. A batida de maracujá é digna de nota.

bar do david cartaz

Bar do David, no Morro da Babilônia: comida boa e preços camaradas (Foto: Allana Amorim do Blog da Pacificação)

Bar do David – A maior graça do bar – fora a simpatia da equipe, especialmente do David – é ele ficar no meio de uma das favelas mais conhecidas do Rio, o Morro do Chapéu Mangueira, no Leme. A favela foi pacificada pelo programa das UPPs, então você pode subir sem medo. Só prepare as pernas, porque a ladeira é íngreme. O carro-chefe do bar é a feijoada de frutos do mar, que inspirou os bolinhos de feijão branco com recheio de frutos do mar. Vale a experiência.

Bar Urca – É um clássico carioca. A começar pela vista da Baia de Guanabara e do Pão de Açúcar, que, como o nome diz, fica na Urca. Na parte de baixo só um balcão onde você abre uma conta no seu nome e pega as bebidas e as empadas ou pastéis.  Para a experiência ser como a dos cariocas, o negócio é ir beber na mureta, na beira da Baía. Mas se você não curte esse despojamento todo, no andar de cima o bar vira um restaurante de respeito – mas com preço de respeito também.

adega perola acepipes

Os acepipes da Adega Pérola (Foto: Bruno Agostini do blog Rio de Janeiro a Dezembro)

Colarinho – Fica ao lado do metrô de Botafogo. O variado menu de cervejas é um espetáculo. E lá não é apenas cerveja de garrafa, as nove torneira de chopp garantem diversos sabores de cerveja do mundo inteiro. É um verdadeiro parque de diversões para quem curte cerveja. Os quitutes também não deixam a desejar. O meu preferido é o bolinho de batata barão com gorgonzola. A única ressalva é que fica cheio, principalmente na sexta e fins de semana. Se você quiser uma mesa chegue cedo.

Tasca do Edgar – O bar foi recentemente reformado mas continua com o mesmo charme e é um ótimo programa por quem passeia por Laranjeiras (o bairro da subida do trenzinho do Corcovado). No balcão você tem grandes chances de encontrar o próprio Edgar que está sempre pronto a sugerir algo para os boêmios indecisos. O lugar fica no pé da Rua Alice e é uma ótima opção para almoço ou apenas para quem comer um petisco com cerveja.  A feijoada de frutos do mar é um clássico mas o meu preferido é, sem dúvida, a lula alentejana.

Personal Trip

About the Author

De moto, barco, carro, avião, trem ou ônibus, para Alícia o importante é viajar, conhecer lugares novos, sem deixar de desbravar o Brasil.

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>