• RSS
  • As Viajantes no Facebook
  • Siga-nos no Twitter

Carneiros, uma das praias mais bonitas do Brasil

Trechos de praia vistos do rio, com o jacaré à esquerda

Já faz quase um ano que eu conheci uma das praias mais bonitas do Brasil: Carneiros. E não sou só eu quem diz. A praia de Pernambuco tem lugar cativo nas listas das mais bonitas dos país (e até do mundo) de famosos guias turísticos, não apenas nacionais. E Carneiros é para obrigatória se você estiver ali pelo litoral de Pernambuco – ela fica a pouco mais de 100 km de Recife.

Um dos muitos ângulos para se admirar Carneiros

Em meio a coqueirais, com piscinas naturais, mangue, encontro com o rio, água cristalina e até um morro de onde se pode apreciar melhor a vista, a Praia de Carneiros é a praia mais próxima da perfeição que eu já conheci. O acesso não é dos mais fáceis: é preciso estar hospedado em algum hotel à beira da praia ou pagar pela entrada em um dos restaurantes que lotearam a faixa de areia. Em abril de 2009 eu e meu marido pagamos R$ 50, convertidos em consumação na casa.

PASSEIO DE BARCO PELAS PRAIAS É A PEDIDA – A Praia dos Carneiros pertencia uma família pernambucana e, ao longo das gerações, o terreno foi sendo loteado entre herdeiros. Daí  os restaurantes e hotéis ‘dominando’ a areia. Tirando esse incômodo inicial – acho caído esse negócio de pagar para ter acesso a praia –  Carneiros é só maravilhas.
Com pouco tempo de praia você certamente será abordado por alguém oferecendo um passeio pelos arredores. Não recuse: é a melhor maneira de entender porque Carneiros está nas tais listas citadas no primeiro parágrafo.

 

A linda igreja colonial à beira-mar

MAR, RIO, MANGUE E UMA IGREJINHA… – Esse passeio pode ser feito de duas maneiras: num catamarã que leva mais de 20 pessoas e tem música (axé, pagode, sertanejo e qualquer  outro ritmo que seja hit nas rádios) ou num barco de pescador, levando até oito pessoas, sem música, sem bar a bordo. Optamos pelo barco de pescador e, como estávamos na baixa temporada, fizemos o passeio com apenas mais um casal. Em abril de 2009, custou R$ 20 por pessoa.

O passeio dura cerca de duas horas, mas acredito que essa duração pode ser facilmente negociada, principalmente no caso de se fechar um passeio mais reservado, em barco de pescador. Foi nesse tempo que visitamos um banco de areia que vira praia na maré baixa, a praia de Guadalupe com sua lama – que dizem ser ótima para a pele; por conta disso tem sido extraída numa quantidade além da recomendável – o mangue, o rio, o ‘jacaré’ e a linda igreja colonial que não demora muito será destruída pelas ondas.

 

Mavio, com lama de Guadalupe na cara, procura cavalos marinhos no mangue

FICAR EM CARNEIROS OU TAMANDARÉ? – No mangue foi montado um barzinho bem, bem rústico. Se estivéssemos em grupo de amigos, certamente teríamos feito uma paradinha para uma cerveja e um caranguejo. Mas nossa única parada ali foi para Mavio, nosso guia, nos mostrar algumas das espécies. Ele nos garantiu que dali se veem cavalos marinhos, mas nós não demos essa sorte.

No alto do morro há um mirante de onde se vê bem o desenho de Carneiros: areia branca, mata, coqueiros, o mar tranquilo. Por esses motivos, eu acho que vale mais a pena se hospedar em um dos hotéis de Carneiros (um pouco mais caros) do que em Tamandaré, cidade de entrada. De todo modo, a distância entre as duas é de 7km, embora o acesso não seja muito fácil.

 

A ponta de Carneiros vista do mirante

PARA COMER E PARA DORMIR – O restaurante em que ficamos foi o primeiro que avistamos da estrada, num momento em que já estávamos nos sentindo meio perdidos. O Bora Bora é um dos mais conhecidos e, por isso, recebe muitos grupos de turismo. No horário de pico de almoço (por volta das 14h, 15h) o lugar fica mais cheio e animado, depois acalma. Apesar da posição turística, os preços são ok. Tomamos cervejas, almoçamos e petiscamos passando pouco da nossa consumação, paga lá na entrada do lugar, em dinheiro.

Na praia, bem em frente ao Bora Bora tem um tiozinho vendendo uma cocada mole dos deuses. Vale levar para a hora da gula no hotel. Uma dica mais gourmet é o Beijupirá, filial de um comentadíssimo restaurante em Porto de Galinhas.

Em Carneiros o hotel mais conhecido e recomendado é o Baía Branca. Nossos parceiros de passeio – um médico e uma economista paulistas – elogiaram bastante. De acordo com o Guia Quatro Rodas de 2009, a diária fica em torno dos R$ 290. Em Tamandaré, nós ficamos na Beira Mar, honesta, limpinha, café da manhã ok (com tapioca) e ainda pegamos quarto de cara para o mar. Valeu os R$ 90 da diária, hoje, já seriam R$ 140.
Personal Trip

About the Author

Flávia tem viagens planejadas para os próximos cinco anos, pelo menos. Só tem um porém: todas precisam de uma parada em Paris.

3 Respostas para “ Carneiros, uma das praias mais bonitas do Brasil ”

  1. Carneiros… Simplesmente, Perfeito!!!

  2. Passei ano novo em Carneiros.realmente é uma das praias mais bonitas do Brasil.Espero que fique preservada, pois já existem muitas construções esquisitas por lá.

  3. Passei 5 dias lá (agora na semana santa), na pousada Pontal dos Carneiros. É realmente um paraíso. Meu filhote de 5 anos voltou encantado, depois de dias de pé no chão, mergulhando em águas calmas e mornas, comendo lagosta recem pescada e cozida na água do mar por um pescador embaixo de um coqueiro. Enfim, um sonho. vale muuuito a pena!

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags xHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>